Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Soluções para o ‘homo urbanus'

Nesta segunda década do Século 21, o homo sapiens conclui um dos mais radicais ciclos de mudança desde a sua remota origem na África


Dgabc

21/10/2012 | 00:00


Artido

Nesta segunda década do Século 21, o homo sapiens conclui um dos mais radicais ciclos de mudança desde a sua remota origem na África. Torna-se um primata que poderíamos definir, em caráter empírico, como o ‘homo urbanus'. É o que confirma o novíssimo Estado das Cidades da América Latina e Caribe, relatório inédito produzido pelo ONU-Habitat (Programa da ONU para os Assentamentos Humanos).

O número de cidades na região multiplicou-se por seis em 50 anos. Metade da população urbana (222 milhões de habitantes) reside atualmente em municípios com menos de 500 mil habitantes e 14% (cerca de 65 milhões) moram nas metrópoles. O relatório confirma que a região é hoje a de mais alta taxa de ocupação urbana em todo o mundo. Sua primeira transição nesse sentido está consolidada, com 80% da população vivendo nas cidades. Agora, é necessário aprimorar o modelo de ocupação do solo, tornando os centros habitacionais mais inclusivos, sustentáveis, com maiores espaços públicos e mais bem pensados para as pessoas. Tais avanços não podem esperar, pois, conforme o estudo, a taxa de urbanização no Brasil e nos países do Cone Sul chegará a 90% até 2020.

Assim, é premente prover recursos e meios capazes de impulsionar novo processo de desenvolvimento urbano. Nesse sentido, o relatório indica ser necessário priorizar o bem-estar das pessoas e sua inclusão social. Também de modo pertinente, salienta que o novo modelo deve contemplar a criação de empregos, a diversidade social e cultural e a sustentabilidade ambiental. As cidades são núcleos de oportunidades e fonte de desenvolvimento. Nosso futuro está nelas.

Nada mais inteligente do que essa definição! No caso do Brasil, é necessário, apenas, que se agilizem as aprovações dos projetos de uso e ocupação do solo, desburocratizando-as, se revejam as legislações técnicas e ambientais cada vez mais restritivas e se gerenciem corretamente os recursos, direcionando investimentos públicos e estimulando os privados para empreendimentos economicamente rentáveis, socialmente justos e ambientalmente adequados. Feito isso, basta seguir na íntegra a receita do brilhante estudo da Organização das Nações Unidas para que o ‘homo urbanus brasiliensis' seja mais feliz!

Luiz Augusto Pereira de Almeida é diretor da Fiabci/Brasil e de marketing da Sobloco Construtora S.A.

Palavra do leitor

Linha B63
A Linha B63-Vila Palmares, carro 02-603, está sempre atrasada e com a capacidade de passageiros bem além do permitido. O que seria facilmente resolvido se a empresa responsável pelo transporte público em Santo André colocasse mais ônibus para fazer o trajeto. Mas isso é bem mais complicado! Além de atrasar, estar lotado e termos de pagar R$ 2,90 por isso todos os dias, temos como brinde o bom humor dos motoristas. Um deles disse a uma passageira: ‘Se eu paro no ponto vocês, passageiros, reclamam que está cheio. Se eu não paro tenho certeza que todo mundo reclama'. Há dias que nem param no ponto! Como diz um amigo, vida que segue. Quem sabe um dia, quando a passagem estiver custando R$ 5, teremos transporte de qualidade.
Rodrigo Alencar do Nascimento
São Caetano

Forasteiros
As pesquisas eleitorais deste Diário para o segundo turno deixaram-me preocupado! Os diademenses, cansados do (des)governo do PT, colocam o representante do PV com grandes chances de vitória. E em Santo André, os levantamentos mostram o postulante do PT com chance de ser vencedor. E isso acontecendo, novamente nossa cidade será invadida por forasteiros vindos de outros municípios, principalmente por cumpanheros derrotados de Diadema, talves de Mauá, e de outras cidades que já não comportam tantos apadrinhados e de sindicalistas ‘amigos' do candidato. Só há um jeito de evitar essa invasão, o voto consciente!
Antônio O. Bianchini
Santo André

Paradoxo
Diante da aprovação dos deputados no que se refere às reuniões ordinárias, que ocorriam todos os dias mas agora serão realizadas somente nas terças e quintas, chamo atenção de todos os trabalhadores brasileiros e pergunto: quantos dias da semana você trabalha? Cinco, seis, sete? Não conheço nenhum cidadão que trabalhe menos que isso, e olha que, às vezes, são mais de oito horas. Nem preciso falar sobre a diferença salarial. Se antes nosso País já não andava, imaginem agora! Conclamo a você, que discorda desse absurdo, para que proteste e não aceite tal baixaria.Rosângela Caris
Mauá

Segundo turno
No primeiro turno da eleição votei em um dos candidatos que não estão mais na disputa pelo Executivo de Santo André. Deixo claro que não votarei no postulante que ele está apoiando ou na coligação que o mesmo está fazendo para o segundo turno. Estranho ao ler notícias de que os eleitores irão apoiar um dos dois pleiteantes. E as pessoas que conheço, e que votaram igual a mim, não irão apoiar ou votar na indicação feita. Está difícil eleger um dos dois na nossa cidade.
Igor dos Santos
Santo André

E agora, Lula?
Chegou a hora, Luiz Inácio Lula da Silva, de o senhor mostrar dignidade. O Mensalão nasceu nas suas barbas e o senhor teima em dizer que não sabia de nada. Chegou a hora de vir a público e provar inocência ou confessar participação nesse escandaloso e vergonhoso desvio do dinheiro público em benefício do PT. Aproveite essa grande oportunidade que se oferece, para que o senhor, no futuro, seja lembrado como presidente que mostrou hombridade ao provar inocência ou um que durante oito anos se omitiu diante de tão vergonhoso conluio!
Américo Del Corto
Ribeirão Pires



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;