Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Vasco supera Chapecoense fora de casa e se reabilita no Brasileirão



14/09/2019 | 21:25


O Vasco conseguiu a reabilitação no Campeonato Brasileiro ao vencer a Chapecoense, por 2 a 1, neste sábado à noite, na Arena Condá, pela 19ª rodada. Uma vitória que apaga a má imagem deixada nas derrotas para o Cruzeiro, por 1 a 0, em Belo Horizonte, e depois em São Januário para o Bahia por 2 a 0.

O time carioca atinge os 23 pontos, em figura agora no 13º lugar. A Chapecoense continua com 14 pontos, na vice-lanterna, e promete apresentar um novo técnico na segunda-feira. A equipe vem sendo comandada por Emerson Cris, que vinha atuando como interino desde a saída de Enderson Moreira.

O jogo na Arena Condá começou com os dois times dando ênfase à marcação. Com cinco mudanças promovidas pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, o Vasco tinha mais volume de jogo e parecia controlar bem o adversário. Mas as chances de finalização foram raras. A primeira delas, num chute de Ribamar, foi bem defendido por Tiepo.

O Vasco só voltou a ameaçar aos 38 minutos, num chute de Talles Magno, que fez bonita jogada ao driblar dois adversários na ginga de corpo. Mas a bola saiu fraca e morreu nos braços de Tiepo. A Chapecoense só ameaçou aos 45 minutos, quando Augusto entrou na área pela direita e chutou mesmo sem ângulo. Fernando Miguel fez a defesa de segurança, mandando para escanteio.

No minuto seguinte saiu o gol vascaíno, só confirmado pelo VAR depois de ser anulado pelo auxiliar Alexandre Ribeiro. O bandeira anotou impedimento no lançamento de Raul para o atacante, que desceu em velocidade e com muita categoria tocou por cobertura na saída de Tiepo, aos 46 minutos. Dois minutos depois, o VAR confirmou a legitimidade do gol, num lance difícil de ser definido, mas as imagens mostraram que Ribamar estava na mesma linha que Elicarlos.

O time catarinense voltou para o segundo tempo com Arthur Gomes no lugar de Aylon. Aos 11 minutos, machucado, Ribamar deixou o campo para a entrada de Marrony. De outro lado, o técnico Emerson Cris tentou colocar seu time na frente com as entradas de Vini Locatelli e Régis. A Chapecoense não melhorou muito, mas chegou ao empate aos 27 minutos. Do lado direito do ataque, Vini Locatelli fez o levantamento na pequena área e Arthur Gomes cabeceou forte e no alto. A bola ainda tocou nas mãos de Fernando Miguel.

Mas o Vasco reagiu rapidamente, dois minutos depois. O garoto Talles Magno fez jogada individual, passando em diagonal por três adversários. Mesmo desequilibrado ele chutou no canto direito de Tiepo, fazendo 2 a 1. A partir daí, o Vasco se retraiu para garantir a vitória.

Na abertura do returno, a Chapecoense vai enfrentar o Internacional no domingo, dia 22, às 11 horas no Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). No mesmo dia, mas às 16 horas, o Vasco recebe o Athletico-PR, em São Januário.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 1 x 2 VASCO

CHAPECOENSE - Tiepo; Eduardo, Rafael Pereira, Maurício Ramos e Bruno Pacheco; Amaral, Elicarlos (Vini Locatelli), Campanharo e Augusto (Régis); Aylon (Arthur Gomes) e Everaldo. Técnico: Emerson Cris.

VASCO - Fernando Miguel; Raúl Cáceres, Oswaldo Henríquez, Leandro Castán e Danilo Barcelos (Henrique); Richard, Raul e Marcos Junior; Rossi (Clayton), Ribamar (Marrony) e Talles Magno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

GOLS - Ribamar, aos 46 minutos do primeiro tempo. Arthur Gomes, aos 27, e Thalles Magno, aos 29 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rafael Pereira e Elicarlos (Chapecoense). Raúl Cáceres, Rossi, Henrique, Clayton e Leandro Castán (Vasco).

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza (SP).

RENDA - R$ 103.400,00.

PÚBLICO - 8.808 torcedores.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vasco supera Chapecoense fora de casa e se reabilita no Brasileirão


14/09/2019 | 21:25


O Vasco conseguiu a reabilitação no Campeonato Brasileiro ao vencer a Chapecoense, por 2 a 1, neste sábado à noite, na Arena Condá, pela 19ª rodada. Uma vitória que apaga a má imagem deixada nas derrotas para o Cruzeiro, por 1 a 0, em Belo Horizonte, e depois em São Januário para o Bahia por 2 a 0.

O time carioca atinge os 23 pontos, em figura agora no 13º lugar. A Chapecoense continua com 14 pontos, na vice-lanterna, e promete apresentar um novo técnico na segunda-feira. A equipe vem sendo comandada por Emerson Cris, que vinha atuando como interino desde a saída de Enderson Moreira.

O jogo na Arena Condá começou com os dois times dando ênfase à marcação. Com cinco mudanças promovidas pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, o Vasco tinha mais volume de jogo e parecia controlar bem o adversário. Mas as chances de finalização foram raras. A primeira delas, num chute de Ribamar, foi bem defendido por Tiepo.

O Vasco só voltou a ameaçar aos 38 minutos, num chute de Talles Magno, que fez bonita jogada ao driblar dois adversários na ginga de corpo. Mas a bola saiu fraca e morreu nos braços de Tiepo. A Chapecoense só ameaçou aos 45 minutos, quando Augusto entrou na área pela direita e chutou mesmo sem ângulo. Fernando Miguel fez a defesa de segurança, mandando para escanteio.

No minuto seguinte saiu o gol vascaíno, só confirmado pelo VAR depois de ser anulado pelo auxiliar Alexandre Ribeiro. O bandeira anotou impedimento no lançamento de Raul para o atacante, que desceu em velocidade e com muita categoria tocou por cobertura na saída de Tiepo, aos 46 minutos. Dois minutos depois, o VAR confirmou a legitimidade do gol, num lance difícil de ser definido, mas as imagens mostraram que Ribamar estava na mesma linha que Elicarlos.

O time catarinense voltou para o segundo tempo com Arthur Gomes no lugar de Aylon. Aos 11 minutos, machucado, Ribamar deixou o campo para a entrada de Marrony. De outro lado, o técnico Emerson Cris tentou colocar seu time na frente com as entradas de Vini Locatelli e Régis. A Chapecoense não melhorou muito, mas chegou ao empate aos 27 minutos. Do lado direito do ataque, Vini Locatelli fez o levantamento na pequena área e Arthur Gomes cabeceou forte e no alto. A bola ainda tocou nas mãos de Fernando Miguel.

Mas o Vasco reagiu rapidamente, dois minutos depois. O garoto Talles Magno fez jogada individual, passando em diagonal por três adversários. Mesmo desequilibrado ele chutou no canto direito de Tiepo, fazendo 2 a 1. A partir daí, o Vasco se retraiu para garantir a vitória.

Na abertura do returno, a Chapecoense vai enfrentar o Internacional no domingo, dia 22, às 11 horas no Beira-Rio, em Porto Alegre (RS). No mesmo dia, mas às 16 horas, o Vasco recebe o Athletico-PR, em São Januário.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 1 x 2 VASCO

CHAPECOENSE - Tiepo; Eduardo, Rafael Pereira, Maurício Ramos e Bruno Pacheco; Amaral, Elicarlos (Vini Locatelli), Campanharo e Augusto (Régis); Aylon (Arthur Gomes) e Everaldo. Técnico: Emerson Cris.

VASCO - Fernando Miguel; Raúl Cáceres, Oswaldo Henríquez, Leandro Castán e Danilo Barcelos (Henrique); Richard, Raul e Marcos Junior; Rossi (Clayton), Ribamar (Marrony) e Talles Magno. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

GOLS - Ribamar, aos 46 minutos do primeiro tempo. Arthur Gomes, aos 27, e Thalles Magno, aos 29 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rafael Pereira e Elicarlos (Chapecoense). Raúl Cáceres, Rossi, Henrique, Clayton e Leandro Castán (Vasco).

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues de Souza (SP).

RENDA - R$ 103.400,00.

PÚBLICO - 8.808 torcedores.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;