Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Até o fim de outubro, governo anunciará medidas para gerar empregos, diz Marinho



13/09/2019 | 13:58


O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou que até o fim de outubro o governo vai anunciar medidas para gerar empregos, em entrevista à GloboNews. Marinho disse que serão ações de estímulo à empregabilidade, buscando o retorno do profissional ao mercado de trabalho depois da demissão, com medidas de requalificação e reabilitação.

Concomitantemente, o secretário afirmou que está sendo feito um trabalho na área infralegal em regulamentos, portarias e decretos que depende da ação do parlamento, mas que estão ocorrendo, como no caso das Normas Regulamentadoras (NRs).

Além disso, o ministério tem quatro grupos de trabalho que estão formatando estudos sobre as regras trabalhistas para apresentar ao Congresso e à sociedade.

Segundo Marinho, os grupos se concentram em reforma sindical, mercado de trabalho no futuro, consolidação e modernização da legislação trabalhista, e convergência entre previdência e trabalho.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Até o fim de outubro, governo anunciará medidas para gerar empregos, diz Marinho


13/09/2019 | 13:58


O secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, afirmou que até o fim de outubro o governo vai anunciar medidas para gerar empregos, em entrevista à GloboNews. Marinho disse que serão ações de estímulo à empregabilidade, buscando o retorno do profissional ao mercado de trabalho depois da demissão, com medidas de requalificação e reabilitação.

Concomitantemente, o secretário afirmou que está sendo feito um trabalho na área infralegal em regulamentos, portarias e decretos que depende da ação do parlamento, mas que estão ocorrendo, como no caso das Normas Regulamentadoras (NRs).

Além disso, o ministério tem quatro grupos de trabalho que estão formatando estudos sobre as regras trabalhistas para apresentar ao Congresso e à sociedade.

Segundo Marinho, os grupos se concentram em reforma sindical, mercado de trabalho no futuro, consolidação e modernização da legislação trabalhista, e convergência entre previdência e trabalho.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;