Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Questões políticas e luta por direitos devem avançar

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Alunos da EE Profª Ordânia Janone Crespo participaram do terceiro dia do concurso


Flavia Kurotori
do Diário do Grande ABC

12/09/2019 | 07:00


Aplicação consciente do dinheiro público e luta por direitos foram alguns dos temas discutidos entre os alunos do 3º ano do ensino médio da EE Professora Ordânia Janone Crespo, no bairro Santa Maria, em Santo André, durante a 13ª edição do Desafio de Redação. O concurso, promovido pelo Diário, em parceria com a USCS (Universidade Municipal de São Caetano), convida jovens a escrever sobre A Região Que Eu Quero em 2030.

Caroline Ferreira Santos, 17 anos, afirmou que durante os próximos 11 anos o governo deveria adotar melhores práticas com o objetivo de atender às demandas da população. “Os governantes precisam ter mais responsabilidade com o dinheiro público e colocá-lo em áreas que estão precárias, como a educação e a saúde”, apontou.

Estudante da mesma sala, Marina Guiraldelli, 17, observou que o crescente número de desempregados e de moradores de rua, além da precarização de serviços públicos, a exemplo de escolas e hospitais, são os principais aspectos que precisam mudar para um futuro melhor. Para isso, a jovem propõe que a população lute pelos seus direitos. “Quando começam a reivindicar seus direitos, outras pessoas enxergam a causa e se inspiram a lutar também”, afirmou.

Para a professora de português do ensino médio Carla Pires de Campos Anastácio, o concurso literário é oportunidade para incentivar os alunos a pensarem sobre temas diferentes, além de promover a leitura e a escrita entre jovens.“Com a premiação, os participantes se sentem mais motivados e isso é muito importante para incentivá-los a escrever.”

O Desafio de Redação é patrocinado pelo Cemitério Vale dos Pinheirais, em Mauá, e pelo Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental), de São Caetano. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Questões políticas e luta por direitos devem avançar

Alunos da EE Profª Ordânia Janone Crespo participaram do terceiro dia do concurso

Flavia Kurotori
do Diário do Grande ABC

12/09/2019 | 07:00


Aplicação consciente do dinheiro público e luta por direitos foram alguns dos temas discutidos entre os alunos do 3º ano do ensino médio da EE Professora Ordânia Janone Crespo, no bairro Santa Maria, em Santo André, durante a 13ª edição do Desafio de Redação. O concurso, promovido pelo Diário, em parceria com a USCS (Universidade Municipal de São Caetano), convida jovens a escrever sobre A Região Que Eu Quero em 2030.

Caroline Ferreira Santos, 17 anos, afirmou que durante os próximos 11 anos o governo deveria adotar melhores práticas com o objetivo de atender às demandas da população. “Os governantes precisam ter mais responsabilidade com o dinheiro público e colocá-lo em áreas que estão precárias, como a educação e a saúde”, apontou.

Estudante da mesma sala, Marina Guiraldelli, 17, observou que o crescente número de desempregados e de moradores de rua, além da precarização de serviços públicos, a exemplo de escolas e hospitais, são os principais aspectos que precisam mudar para um futuro melhor. Para isso, a jovem propõe que a população lute pelos seus direitos. “Quando começam a reivindicar seus direitos, outras pessoas enxergam a causa e se inspiram a lutar também”, afirmou.

Para a professora de português do ensino médio Carla Pires de Campos Anastácio, o concurso literário é oportunidade para incentivar os alunos a pensarem sobre temas diferentes, além de promover a leitura e a escrita entre jovens.“Com a premiação, os participantes se sentem mais motivados e isso é muito importante para incentivá-los a escrever.”

O Desafio de Redação é patrocinado pelo Cemitério Vale dos Pinheirais, em Mauá, e pelo Saesa (Sistema de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental), de São Caetano. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;