Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Reino Unido detalha "pior cenário" em caso de Brexit sem acordo com UE



11/09/2019 | 19:22


O governo do Reino Unido descreveu potenciais faltas de combustíveis e medicamentos, longos congestionamentos em portos e preços mais altos de alimentos, em relatório no qual detalha o "razoável pior cenário" se o país deixar a União Europeia (Brexit) sem um acordo.

O documento, que o governo foi obrigado a publicar nesta quarta-feira após parlamentares da oposição votarem no Parlamento por sua divulgação, mostra um quadro difícil de falta de combustível em Londres e preocupações com o acesso a remédios, em meio a dificuldades em portos no país e na França enquanto são implementadas checagens pela primeira vez em mais de quatro décadas. "Os protestos ocorrerão pelo Reino Unido e podem absorver recurso significativo da polícia", diz o texto.

Em carta aos parlamentares da oposição, Michael Gove, o ministro que monitora o planejamento de uma eventual saída sem acordo, afirma que o documento não era uma previsão do que ocorreria, mas apenas detalhava o contexto para o governo planejar e se garantir que estava preparado.

O documento diz que pode haver problemas significativos nos portos de Dover, no Reino Unido, e de Calais, na França, durante até seis meses. Caminhões poderiam enfrentar atrasos de até dois dias e meio, na fila para checagens alfandegárias antes de embarcar para cruzar o Canal da Mancha. Isso poderia prejudicar o fluxo de medicamentos no país e gerar compras de combustível por pânico. Também poderia elevar o preço de alguns alimentos. As companhias e as casas ainda enfrentariam preços mais altos com energia elétrica, prevê o texto. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Reino Unido detalha "pior cenário" em caso de Brexit sem acordo com UE


11/09/2019 | 19:22


O governo do Reino Unido descreveu potenciais faltas de combustíveis e medicamentos, longos congestionamentos em portos e preços mais altos de alimentos, em relatório no qual detalha o "razoável pior cenário" se o país deixar a União Europeia (Brexit) sem um acordo.

O documento, que o governo foi obrigado a publicar nesta quarta-feira após parlamentares da oposição votarem no Parlamento por sua divulgação, mostra um quadro difícil de falta de combustível em Londres e preocupações com o acesso a remédios, em meio a dificuldades em portos no país e na França enquanto são implementadas checagens pela primeira vez em mais de quatro décadas. "Os protestos ocorrerão pelo Reino Unido e podem absorver recurso significativo da polícia", diz o texto.

Em carta aos parlamentares da oposição, Michael Gove, o ministro que monitora o planejamento de uma eventual saída sem acordo, afirma que o documento não era uma previsão do que ocorreria, mas apenas detalhava o contexto para o governo planejar e se garantir que estava preparado.

O documento diz que pode haver problemas significativos nos portos de Dover, no Reino Unido, e de Calais, na França, durante até seis meses. Caminhões poderiam enfrentar atrasos de até dois dias e meio, na fila para checagens alfandegárias antes de embarcar para cruzar o Canal da Mancha. Isso poderia prejudicar o fluxo de medicamentos no país e gerar compras de combustível por pânico. Também poderia elevar o preço de alguns alimentos. As companhias e as casas ainda enfrentariam preços mais altos com energia elétrica, prevê o texto. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;