Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Impopular, Trudeau lança formalmente campanha à reeleição no Canadá



11/09/2019 | 19:09


O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, detonou formalmente o início da campanha para a eleição de 21 de outubro, na qual tentará a reeleição. Trudeau buscará superar os estragos de um escândalo ético e convencer eleitores a dar aos liberais mais um mandato, baseando-se na força da economia e no respeito ao meio ambiente.

O Partido Liberal, do premiê, entra na campanha empatado nas pesquisas com seu principal rival, o Partido Conservador, com ambos mostrando pouco mais de 30% de intenções de voto. Em 2015, os liberais venceram com 40% dos votos, mas no momento nenhuma das duas principais siglas parece capaz de levar a maioria das cadeiras no Legislativo.

A popularidade de Trudeau tem caído bastante neste ano, sob o peso de alegações de que ele e importantes membros do governo teriam tentado interferir em um processo criminal contra uma companhia de engenharia de Montreal. No mês passado, o órgão de monitoramento ético do país concluiu que Trudeau desrespeitou regras ao tentar impedir o processo contra o SNC-Lavalin Group.

Trudeau, de 47 anos, disse em Ottawa que a eleição será uma escolha entre a política inclusiva e o progresso econômico dos liberais e as medidas de austeridade dos conservadores. Já o líder do Partido Conservador, Andrew Scheer, de 40 anos, afirmou que o escândalo SNC-Lavalin mostra que o premiê perdeu a autoridade moral para governar. Os conservadores querem fazer de questões sobre o custo de vida o cerne da campanha e retratar os liberais como gastadores que estão afastados dos interesses dos canadenses comuns.

A desaprovação de Trudeau já superou 60%, mas o apoio público ainda não se consolidou sobre seu principal rival. O terceiro lugar nas pesquisas é ocupado pelo Novo Partido Democrático Novo, liderado por Jagmeet Singh, com uma plataforma social-democrata. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Impopular, Trudeau lança formalmente campanha à reeleição no Canadá


11/09/2019 | 19:09


O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, detonou formalmente o início da campanha para a eleição de 21 de outubro, na qual tentará a reeleição. Trudeau buscará superar os estragos de um escândalo ético e convencer eleitores a dar aos liberais mais um mandato, baseando-se na força da economia e no respeito ao meio ambiente.

O Partido Liberal, do premiê, entra na campanha empatado nas pesquisas com seu principal rival, o Partido Conservador, com ambos mostrando pouco mais de 30% de intenções de voto. Em 2015, os liberais venceram com 40% dos votos, mas no momento nenhuma das duas principais siglas parece capaz de levar a maioria das cadeiras no Legislativo.

A popularidade de Trudeau tem caído bastante neste ano, sob o peso de alegações de que ele e importantes membros do governo teriam tentado interferir em um processo criminal contra uma companhia de engenharia de Montreal. No mês passado, o órgão de monitoramento ético do país concluiu que Trudeau desrespeitou regras ao tentar impedir o processo contra o SNC-Lavalin Group.

Trudeau, de 47 anos, disse em Ottawa que a eleição será uma escolha entre a política inclusiva e o progresso econômico dos liberais e as medidas de austeridade dos conservadores. Já o líder do Partido Conservador, Andrew Scheer, de 40 anos, afirmou que o escândalo SNC-Lavalin mostra que o premiê perdeu a autoridade moral para governar. Os conservadores querem fazer de questões sobre o custo de vida o cerne da campanha e retratar os liberais como gastadores que estão afastados dos interesses dos canadenses comuns.

A desaprovação de Trudeau já superou 60%, mas o apoio público ainda não se consolidou sobre seu principal rival. O terceiro lugar nas pesquisas é ocupado pelo Novo Partido Democrático Novo, liderado por Jagmeet Singh, com uma plataforma social-democrata. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;