Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Apesar de problemas financeiros, Diego Souza destaca comprometimento do Botafogo



11/09/2019 | 19:11


Um dos jogadores mais experientes do elenco do Botafogo, o atacante Diego Souza ressaltou, nesta quarta-feira, o comprometimento do elenco no Campeonato Brasileiro, apesar dos problemas financeiros enfrentados pelo clube. Ele destacou a possibilidade de o time crescer na competição.

Na primeira entrevista coletiva no clube após o protesto da semana passada, o protocolo foi mantido e o jogador, ao lado de Marcinho, afirmou que ainda não houve uma conversa com a diretoria, mas será mantido o espírito de luta apresentado na vitória contra o Atlético-MG, na última rodada do Campeonato Brasileiro.

"Ainda não conversamos. A gente acredita nas pessoas que comandam o futebol, que estão no dia a dia com a gente. A gente sabe das dificuldades, sabe que não é normal, mas a gente vai continuar trabalhando forte, isso não vai mudar no nosso trabalho. Só que em relação a outros funcionários que não têm essa força e a gente pode fazer alguma coisa por eles, a greve (de entrevistas fora da sala de imprensa e o boicote aos patrocinadores) continua, sim. A gente não pode achar normal o que acontece", disse o jogador, autor de dois gols nos últimos dois jogos - derrota para o Internacional (3 a 2) e vitória sobre o Atlético-MG (2 a 1).

Diego Souza elogiou o trabalho do gerente de futebol, Anderson Barros. "A gente só pode falar do Anderson aqui, porque é o cara que está diretamente com a gente. O que o Anderson tem de bom é a verdade, ele nunca conta história. Se vai acontecer, vai. Se não vai acontecer não tem ilusão. Nossa relação é sempre direta e franca e isso faz a gente ter total confiança nele, como ele na gente."

O meia-atacante também reservou palavras positivas para o técnico Eduardo Barroca. "A relação com ele É a melhor possível. Um cara totalmente do bem e não tem discussão. Ele é o treinador, o comando final é dele e tento expor o que eu penso na parte da frente. Conversar bastante para as coisas darem certo. Queremos ser felizes juntos, por isso conversamos mais, mas a decisão final é sempre dele", comentou.

O décimo lugar na classificação do Brasileirão, com 26 pontos, deixa Diego Souza otimista em relação às próximas rodadas. "Com toda a dificuldade da partida, a gente fez um grande jogo, tivemos uma vitória importantíssima contra o Atlético, uma equipe difícil, que estava praticamente no G6."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Apesar de problemas financeiros, Diego Souza destaca comprometimento do Botafogo


11/09/2019 | 19:11


Um dos jogadores mais experientes do elenco do Botafogo, o atacante Diego Souza ressaltou, nesta quarta-feira, o comprometimento do elenco no Campeonato Brasileiro, apesar dos problemas financeiros enfrentados pelo clube. Ele destacou a possibilidade de o time crescer na competição.

Na primeira entrevista coletiva no clube após o protesto da semana passada, o protocolo foi mantido e o jogador, ao lado de Marcinho, afirmou que ainda não houve uma conversa com a diretoria, mas será mantido o espírito de luta apresentado na vitória contra o Atlético-MG, na última rodada do Campeonato Brasileiro.

"Ainda não conversamos. A gente acredita nas pessoas que comandam o futebol, que estão no dia a dia com a gente. A gente sabe das dificuldades, sabe que não é normal, mas a gente vai continuar trabalhando forte, isso não vai mudar no nosso trabalho. Só que em relação a outros funcionários que não têm essa força e a gente pode fazer alguma coisa por eles, a greve (de entrevistas fora da sala de imprensa e o boicote aos patrocinadores) continua, sim. A gente não pode achar normal o que acontece", disse o jogador, autor de dois gols nos últimos dois jogos - derrota para o Internacional (3 a 2) e vitória sobre o Atlético-MG (2 a 1).

Diego Souza elogiou o trabalho do gerente de futebol, Anderson Barros. "A gente só pode falar do Anderson aqui, porque é o cara que está diretamente com a gente. O que o Anderson tem de bom é a verdade, ele nunca conta história. Se vai acontecer, vai. Se não vai acontecer não tem ilusão. Nossa relação é sempre direta e franca e isso faz a gente ter total confiança nele, como ele na gente."

O meia-atacante também reservou palavras positivas para o técnico Eduardo Barroca. "A relação com ele É a melhor possível. Um cara totalmente do bem e não tem discussão. Ele é o treinador, o comando final é dele e tento expor o que eu penso na parte da frente. Conversar bastante para as coisas darem certo. Queremos ser felizes juntos, por isso conversamos mais, mas a decisão final é sempre dele", comentou.

O décimo lugar na classificação do Brasileirão, com 26 pontos, deixa Diego Souza otimista em relação às próximas rodadas. "Com toda a dificuldade da partida, a gente fez um grande jogo, tivemos uma vitória importantíssima contra o Atlético, uma equipe difícil, que estava praticamente no G6."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;