Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Como o 11 de setembro mudou os rumos da história

PATRICK SEMANSKY/ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Julgamento dos cinco homens acusados de planejar os ataques está marcado para janeiro de 2021



11/09/2019 | 09:04


Em 11 de setembro de 2001, terroristas da Al-Qaeda, comandada por Osama bin Laden, lançaram dois aviões contra os dois prédios do World Trade Center, as Torres Gêmeas, em Manhattan, no coração de Nova York. O evento mudou os rumos da história, lançando os Estados Unidos em uma guerra contra o terror que dura até hoje.

As consequências do atentado cometido há 18 anos não são apenas geopolíticas. Além dos cerca de 3 mil mortos e mais de 6 mil feridos no desabamento do World Trade Center, milhares de pessoas desenvolveram câncer e outros males graves, sobretudo de pulmão, ligados à nuvem tóxica que planou durante semanas sobre o sul da ilha.

Os envolvidos no ataque ainda não foram julgados. O julgamento dos cinco homens acusados de planejar os ataques de 11 de setembro de 2001, incluindo o autoproclamado cérebro do atentado, Khalid Sheikh Mohammed, está marcado para janeiro de 2021 na base militar americana em Guantánamo, informou o jornal The New York Times em sua edição de sexta-feira passada, dia 6.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Como o 11 de setembro mudou os rumos da história

Julgamento dos cinco homens acusados de planejar os ataques está marcado para janeiro de 2021


11/09/2019 | 09:04


Em 11 de setembro de 2001, terroristas da Al-Qaeda, comandada por Osama bin Laden, lançaram dois aviões contra os dois prédios do World Trade Center, as Torres Gêmeas, em Manhattan, no coração de Nova York. O evento mudou os rumos da história, lançando os Estados Unidos em uma guerra contra o terror que dura até hoje.

As consequências do atentado cometido há 18 anos não são apenas geopolíticas. Além dos cerca de 3 mil mortos e mais de 6 mil feridos no desabamento do World Trade Center, milhares de pessoas desenvolveram câncer e outros males graves, sobretudo de pulmão, ligados à nuvem tóxica que planou durante semanas sobre o sul da ilha.

Os envolvidos no ataque ainda não foram julgados. O julgamento dos cinco homens acusados de planejar os ataques de 11 de setembro de 2001, incluindo o autoproclamado cérebro do atentado, Khalid Sheikh Mohammed, está marcado para janeiro de 2021 na base militar americana em Guantánamo, informou o jornal The New York Times em sua edição de sexta-feira passada, dia 6.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;