Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Argentina atropela México nos EUA com 3 de Lautaro Martínez e 4 gols no 1º tempo



11/09/2019 | 01:43


Mesmo sem contar com Lionel Messi e várias outras estrelas da sua seleção, a Argentina atropelou o México em amistoso encerrado no início da madrugada desta quarta-feira (no horário de Brasília), em San Antonio, nos Estados Unidos. Com três gols de Lautaro Martínez e outro de Leandro Paredes, todos marcados no primeiro tempo, a equipe dirigida por Lionel Scaloni aplicou um 4 a 0 no adversário com grande facilidade.

Atuando diante de uma seleção mexicana escalada de maneira muito ofensiva pelo técnico Gerardo Martino, que é argentino, e ajudada por trapalhadas cometidas pelos defensores da equipe que atuou com imensa maioria de torcedores rivais, a Argentina abriu 3 a 0 no placar em apenas 33 minutos.

O primeiro gol marcado por Lautaro Martínez, atacante da Inter de Milão, saiu aos 17, quando ele conseguiu se livrar da marcação de três defensores e finalizou de perna esquerda para as redes. E o segundo gol veio pouco depois, aos 22 minutos, desta vez com Exequiel Palacios aproveitando nova bobeada mexicana na marcação e dando assistência para Lautaro receber livre pelo lado esquerdo da grande área e chutar cruzado para vencer o goleiro Ochoa.

E se a situação do México estava difícil, ficou ainda mais complicada em seguida com Salcedo cometendo um pênalti infantil ao bloquear o caminho da bola dentro da sua área com o braço levantado. O juiz assinalou pênalti, que Paredes cobrou para fazer 3 a 0, aos 33.

E a desastrosa atuação da retaguarda mexicana ganhou um novo capítulo aos 39 minutos, quando Edson Álvarez perdeu uma bola no meio-campo e Palacios acionou Lautaro na frente. O atacante levou a melhor sobre Araujo no mano a mano e depois arrematou para decretar o 4 a 0.

Na etapa final, com o placar confortável, a Argentina voltou para o campo com Dybala no lugar de Lautaro, e Lionel Scaloni testou vários outros jogadores ao promover diversas modificações neste amistoso, mas o placar seguiu mesmo no placar de 4 a 0.

CHILE PERDE - Em outro confronto realizado no final da noite desta terça-feira, o Chile decepcionou ao ser derrotado por 2 a 1 por Honduras, fora de casa, de virada. Atuando na cidade hondurenha de San Pedro Sula, os chilenos chegaram a abrir o placar aos 19 minutos do primeiro tempo com um gol de Alfonso Parot. Na etapa final, porém, os anfitriões buscaram a reação e garantiram o triunfo com Alberth Elis e Jonathan Toro balançando as redes aos 28 e a 36, respectivamente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Argentina atropela México nos EUA com 3 de Lautaro Martínez e 4 gols no 1º tempo


11/09/2019 | 01:43


Mesmo sem contar com Lionel Messi e várias outras estrelas da sua seleção, a Argentina atropelou o México em amistoso encerrado no início da madrugada desta quarta-feira (no horário de Brasília), em San Antonio, nos Estados Unidos. Com três gols de Lautaro Martínez e outro de Leandro Paredes, todos marcados no primeiro tempo, a equipe dirigida por Lionel Scaloni aplicou um 4 a 0 no adversário com grande facilidade.

Atuando diante de uma seleção mexicana escalada de maneira muito ofensiva pelo técnico Gerardo Martino, que é argentino, e ajudada por trapalhadas cometidas pelos defensores da equipe que atuou com imensa maioria de torcedores rivais, a Argentina abriu 3 a 0 no placar em apenas 33 minutos.

O primeiro gol marcado por Lautaro Martínez, atacante da Inter de Milão, saiu aos 17, quando ele conseguiu se livrar da marcação de três defensores e finalizou de perna esquerda para as redes. E o segundo gol veio pouco depois, aos 22 minutos, desta vez com Exequiel Palacios aproveitando nova bobeada mexicana na marcação e dando assistência para Lautaro receber livre pelo lado esquerdo da grande área e chutar cruzado para vencer o goleiro Ochoa.

E se a situação do México estava difícil, ficou ainda mais complicada em seguida com Salcedo cometendo um pênalti infantil ao bloquear o caminho da bola dentro da sua área com o braço levantado. O juiz assinalou pênalti, que Paredes cobrou para fazer 3 a 0, aos 33.

E a desastrosa atuação da retaguarda mexicana ganhou um novo capítulo aos 39 minutos, quando Edson Álvarez perdeu uma bola no meio-campo e Palacios acionou Lautaro na frente. O atacante levou a melhor sobre Araujo no mano a mano e depois arrematou para decretar o 4 a 0.

Na etapa final, com o placar confortável, a Argentina voltou para o campo com Dybala no lugar de Lautaro, e Lionel Scaloni testou vários outros jogadores ao promover diversas modificações neste amistoso, mas o placar seguiu mesmo no placar de 4 a 0.

CHILE PERDE - Em outro confronto realizado no final da noite desta terça-feira, o Chile decepcionou ao ser derrotado por 2 a 1 por Honduras, fora de casa, de virada. Atuando na cidade hondurenha de San Pedro Sula, os chilenos chegaram a abrir o placar aos 19 minutos do primeiro tempo com um gol de Alfonso Parot. Na etapa final, porém, os anfitriões buscaram a reação e garantiram o triunfo com Alberth Elis e Jonathan Toro balançando as redes aos 28 e a 36, respectivamente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;