Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Após furtos, escola recorre a rifas

EE Professora Diva Gomes dos Santos, no bairro Vila Santa Rosa, em Mauá, foi alvo de invasão quatro vezes em menos de 15 dias


Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

11/09/2019 | 07:00


 Pais de alunos da EE (Escola Estadual) Professora Diva Gomes dos Santos, no bairro Vila Santa Rosa, em Mauá, solicitam reforço na segurança no entorno da unidade não só nos horários de entrada e saída dos alunos, mas também à noite. O pedido tem razão de ser, na medida em que em menos de 15 dias a escola já foi furtada quatro vezes.

De acordo com denúncia anônima ao Diário, funcionários e alunos decidiram fazer rifas com o objetivo de arrecadar recursos para comprar e instalar grades e reforçar a segurança, além de repor itens que foram furtados. 

Entre os dias 27, 28 e 29 de agosto o local teve computadores, torneiras, fiações da caixa d’água e caixa de energia elétrica furtados durante a noite. A escola ainda sofreu prejuízos por causa de arrombamentos na porta e quebra de vidros na secretaria. No último domingo, novamente, as torneiras dos bebedouros e dos banheiros foram furtadas, além de toda a fiação de câmeras de monitoramento e alarmes.

Segundo pais de alunos ouvidos na tarde de ontem, as imagens gravadas pelo sistema de monitoramento da escola, e já entregues à polícia, mostram que um homem, aparentemente sozinho e de capuz para esconder o rosto, entra pelos fundos e comete os furtos, sempre entre 22h30 e 23h30. 

“Essa escola nunca teve problemas com assaltos tão frequentes como desta vez. Mas em compensação, no bairro é direto. Um posto de saúde aqui na região também foi assaltado recentemente e com as mesmas características dos furtos dessa escola”, comenta a atendente Fernanda Oliveira, 37 anos. 

A dona de casa Raquel Silva, 29, comenta que além dos prejuízos para a escola, algumas turmas precisaram ter aulas no pátio por ficarem sem iluminação na sala de aula. “Apesar de terem estourado o quadro de luz, os professores ainda deram aula no pátio para nossos filhos. É uma triste realidade, pois ficamos com medo de deixar nossos filhos aqui. As rondas atuais não estão sendo suficientes”, lamenta. 

“Atualmente, eles (os funcionários) também precisam guardar computadores em uma sala trancada para não causar ainda mais prejuízos aqui. As rondas deveriam ser feitas também de noite, não só de dia”, finaliza o autônomo Henrique Andrade, 47. 

A Diretoria Regional de Ensino de Mauá comunica, em nota, que “lamenta que a EE Diva Gomes dos Santos tenha sido vítima de furto e vandalismo. Foram registrados boletins de ocorrência e os materiais furtados foram repostos. As aulas não foram prejudicadas”. Ainda em nota, pontua que a escola conta com parceria da Ronda Escolar para policiamento do entorno.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após furtos, escola recorre a rifas

EE Professora Diva Gomes dos Santos, no bairro Vila Santa Rosa, em Mauá, foi alvo de invasão quatro vezes em menos de 15 dias

Yasmin Assagra
Do Diário do Grande ABC

11/09/2019 | 07:00


 Pais de alunos da EE (Escola Estadual) Professora Diva Gomes dos Santos, no bairro Vila Santa Rosa, em Mauá, solicitam reforço na segurança no entorno da unidade não só nos horários de entrada e saída dos alunos, mas também à noite. O pedido tem razão de ser, na medida em que em menos de 15 dias a escola já foi furtada quatro vezes.

De acordo com denúncia anônima ao Diário, funcionários e alunos decidiram fazer rifas com o objetivo de arrecadar recursos para comprar e instalar grades e reforçar a segurança, além de repor itens que foram furtados. 

Entre os dias 27, 28 e 29 de agosto o local teve computadores, torneiras, fiações da caixa d’água e caixa de energia elétrica furtados durante a noite. A escola ainda sofreu prejuízos por causa de arrombamentos na porta e quebra de vidros na secretaria. No último domingo, novamente, as torneiras dos bebedouros e dos banheiros foram furtadas, além de toda a fiação de câmeras de monitoramento e alarmes.

Segundo pais de alunos ouvidos na tarde de ontem, as imagens gravadas pelo sistema de monitoramento da escola, e já entregues à polícia, mostram que um homem, aparentemente sozinho e de capuz para esconder o rosto, entra pelos fundos e comete os furtos, sempre entre 22h30 e 23h30. 

“Essa escola nunca teve problemas com assaltos tão frequentes como desta vez. Mas em compensação, no bairro é direto. Um posto de saúde aqui na região também foi assaltado recentemente e com as mesmas características dos furtos dessa escola”, comenta a atendente Fernanda Oliveira, 37 anos. 

A dona de casa Raquel Silva, 29, comenta que além dos prejuízos para a escola, algumas turmas precisaram ter aulas no pátio por ficarem sem iluminação na sala de aula. “Apesar de terem estourado o quadro de luz, os professores ainda deram aula no pátio para nossos filhos. É uma triste realidade, pois ficamos com medo de deixar nossos filhos aqui. As rondas atuais não estão sendo suficientes”, lamenta. 

“Atualmente, eles (os funcionários) também precisam guardar computadores em uma sala trancada para não causar ainda mais prejuízos aqui. As rondas deveriam ser feitas também de noite, não só de dia”, finaliza o autônomo Henrique Andrade, 47. 

A Diretoria Regional de Ensino de Mauá comunica, em nota, que “lamenta que a EE Diva Gomes dos Santos tenha sido vítima de furto e vandalismo. Foram registrados boletins de ocorrência e os materiais furtados foram repostos. As aulas não foram prejudicadas”. Ainda em nota, pontua que a escola conta com parceria da Ronda Escolar para policiamento do entorno.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;