Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Argentina e Espanha vencem e se classificam às semifinais do Mundial de Basquete



10/09/2019 | 12:37


O Mundial de Basquete Masculino, disputado na China, conheceu nesta terça-feira as duas primeiras seleções classificadas às semifinais. Invictas até o momento, Argentina e Espanha derrotaram Sérvia e Polônia, respectivamente, pelas quartas de final, e agora aguardarão os dois duelos desta quarta para conhecerem os rivais na luta por uma vaga na grande decisão.

Na cidade de Dongguan, a Argentina desbancou por 97 a 87 a Sérvia, que era uma das maiores favoritas a derrotar a seleção dos Estados, que conta com jogadores da NBA. Já com a vaga garantida nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, os argentinos contaram com uma grande atuação do pivô Luis Scola e do armador Facundo Campazzo.

Aos 39 anos, Scola anotou 20 pontos no confronto, pegou cinco rebotes e segue sonhando em levar a Argentina de volta à uma final de um Mundial - foi vice-campeão em 2002. Já o armador do Real Madrid distribuiu 12 assistências, fez 18 pontos e ainda pegou seis rebotes. Na semifinal, os argentinos encararão o vencedor do confronto entre Estados Unidos e França.

Em Xangai, foi a Espanha que mostrou força ao derrotar a Polônia por 90 a 78 e avançar para enfrentar nesta sexta-feira quem passar de Austrália e República Checa. Favoritos no confronto, os espanhóis contaram com grande atuação de Juancho Hernangomez, Rudy Fernandez e Ricky Rubio e dominaram os adversários do início ao final do jogo.

Juancho Hernangomez estava com a mão calibrada e acertou três arremessos em cinco tentativas de três pontos, com aproveitamento de 60%. Ele terminou a partida com 14 pontos.

A vitória sobre a Polônia ainda rendeu um recorde a Ricky Rubio. O armador se tornou o jogador com o maior número de assistências da história do Mundial. Ele havia empatado com o argentino Pablo Prigioni ao dar quatro passes contra a Sérvia e se isolou na liderança nesta partida. Foram nove assistências para o espanhol.

"É uma honra, realmente, atingir uma marca de um de meus ídolos. Joguei contra ele (Prigioni) inúmeras vezes e aprendi muito com ele. Estar na mesma categoria que ele, é uma honra enorme mesmo", disse Rubio quando foi informado sobre o seu recorde.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Argentina e Espanha vencem e se classificam às semifinais do Mundial de Basquete


10/09/2019 | 12:37


O Mundial de Basquete Masculino, disputado na China, conheceu nesta terça-feira as duas primeiras seleções classificadas às semifinais. Invictas até o momento, Argentina e Espanha derrotaram Sérvia e Polônia, respectivamente, pelas quartas de final, e agora aguardarão os dois duelos desta quarta para conhecerem os rivais na luta por uma vaga na grande decisão.

Na cidade de Dongguan, a Argentina desbancou por 97 a 87 a Sérvia, que era uma das maiores favoritas a derrotar a seleção dos Estados, que conta com jogadores da NBA. Já com a vaga garantida nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, os argentinos contaram com uma grande atuação do pivô Luis Scola e do armador Facundo Campazzo.

Aos 39 anos, Scola anotou 20 pontos no confronto, pegou cinco rebotes e segue sonhando em levar a Argentina de volta à uma final de um Mundial - foi vice-campeão em 2002. Já o armador do Real Madrid distribuiu 12 assistências, fez 18 pontos e ainda pegou seis rebotes. Na semifinal, os argentinos encararão o vencedor do confronto entre Estados Unidos e França.

Em Xangai, foi a Espanha que mostrou força ao derrotar a Polônia por 90 a 78 e avançar para enfrentar nesta sexta-feira quem passar de Austrália e República Checa. Favoritos no confronto, os espanhóis contaram com grande atuação de Juancho Hernangomez, Rudy Fernandez e Ricky Rubio e dominaram os adversários do início ao final do jogo.

Juancho Hernangomez estava com a mão calibrada e acertou três arremessos em cinco tentativas de três pontos, com aproveitamento de 60%. Ele terminou a partida com 14 pontos.

A vitória sobre a Polônia ainda rendeu um recorde a Ricky Rubio. O armador se tornou o jogador com o maior número de assistências da história do Mundial. Ele havia empatado com o argentino Pablo Prigioni ao dar quatro passes contra a Sérvia e se isolou na liderança nesta partida. Foram nove assistências para o espanhol.

"É uma honra, realmente, atingir uma marca de um de meus ídolos. Joguei contra ele (Prigioni) inúmeras vezes e aprendi muito com ele. Estar na mesma categoria que ele, é uma honra enorme mesmo", disse Rubio quando foi informado sobre o seu recorde.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;