Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Estagnação na carreira


Maria Sartori

10/09/2019 | 06:01


Já parou para se perguntar qual rumo está seguindo dentro da sua carreira? Pergunto isso porque, para algumas pessoas, o trabalho se torna tão rotineiro que elas entram no processo automático de acordar, chegar na empresa no horário combinado e aguardar que o expediente termine. Mas, delegar a carreira ao destino, sem planejá-la ou ter atenção aos sinais que estão por trás dos acontecimentos do dia a dia, é um risco. Para que a estagnação não bata à sua porta, de uma hora para outra, recomendo atenção a cinco situações de alerta:

1 – Suas ideias são constantemente ignoradas
Ninguém é obrigado a concordar com suas opiniões. Mas, se o seu gestor sempre rejeita as suas ideias, sem uma justificativa aceitável, mesmo que seja apenas para melhoria de um processo no departamento ou de uma atividade realizada pelo grupo, é possível que nessa equipe você tenha poucas chances de progresso.

2 – Suas habilidades são subutilizadas
Se a liderança da sua empresa não valorizar o tipo de trabalho que você faz, provavelmente não saberá reconhecer se o seu desempenho é de qualidade ou não. Além de ser situação desmotivadora, isso pode fazer com que você dificilmente esteja na lista de possíveis candidatos para cargos mais seniores dentro da companhia.

3 – Seu líder não te motiva
Se seu desejo é crescer dentro da companhia, é muito importante que o seu líder tenha capacidade, disposição e interesse em indicar para você quais são os melhores caminhos para atingir esse objetivo. Se ele evita o assunto ou não te inspira a seguir adiante, talvez seja o caso de conversar com o responsável pelo RH da empresa para ver quais apoios a empresa oferece aos profissionais que desejam ter vida longa dentro da companhia.

4 – O crescimento da empresa diminuiu
Quando as receitas da empresa estagnam, em geral, há menos oportunidades de crescimento para os colaboradores desenvolverem suas próprias carreiras. Então, se os negócios estão em queda, avalie o cenário com base em dados do mercado, da economia do País e do segmento. Se não há chances de melhora, talvez seja hora de se abrir para novas oportunidades.

5 – Seu líder te repassa só o trabalho que ele não quer fazer
É muito bom quando percebemos que nosso gestor nos confia demandas. Mas, tenha atenção para verificar se a maior parte dessas atividades agrega positivamente para o seu desenvolvimento profissional ou se o líder designa para você apenas aquelas tarefas chatas que ele não quer executar. A ideia é entender se o gestor te enxerga como assistente ou como alguém com potencial de crescimento. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estagnação na carreira

Maria Sartori

10/09/2019 | 06:01


Já parou para se perguntar qual rumo está seguindo dentro da sua carreira? Pergunto isso porque, para algumas pessoas, o trabalho se torna tão rotineiro que elas entram no processo automático de acordar, chegar na empresa no horário combinado e aguardar que o expediente termine. Mas, delegar a carreira ao destino, sem planejá-la ou ter atenção aos sinais que estão por trás dos acontecimentos do dia a dia, é um risco. Para que a estagnação não bata à sua porta, de uma hora para outra, recomendo atenção a cinco situações de alerta:

1 – Suas ideias são constantemente ignoradas
Ninguém é obrigado a concordar com suas opiniões. Mas, se o seu gestor sempre rejeita as suas ideias, sem uma justificativa aceitável, mesmo que seja apenas para melhoria de um processo no departamento ou de uma atividade realizada pelo grupo, é possível que nessa equipe você tenha poucas chances de progresso.

2 – Suas habilidades são subutilizadas
Se a liderança da sua empresa não valorizar o tipo de trabalho que você faz, provavelmente não saberá reconhecer se o seu desempenho é de qualidade ou não. Além de ser situação desmotivadora, isso pode fazer com que você dificilmente esteja na lista de possíveis candidatos para cargos mais seniores dentro da companhia.

3 – Seu líder não te motiva
Se seu desejo é crescer dentro da companhia, é muito importante que o seu líder tenha capacidade, disposição e interesse em indicar para você quais são os melhores caminhos para atingir esse objetivo. Se ele evita o assunto ou não te inspira a seguir adiante, talvez seja o caso de conversar com o responsável pelo RH da empresa para ver quais apoios a empresa oferece aos profissionais que desejam ter vida longa dentro da companhia.

4 – O crescimento da empresa diminuiu
Quando as receitas da empresa estagnam, em geral, há menos oportunidades de crescimento para os colaboradores desenvolverem suas próprias carreiras. Então, se os negócios estão em queda, avalie o cenário com base em dados do mercado, da economia do País e do segmento. Se não há chances de melhora, talvez seja hora de se abrir para novas oportunidades.

5 – Seu líder te repassa só o trabalho que ele não quer fazer
É muito bom quando percebemos que nosso gestor nos confia demandas. Mas, tenha atenção para verificar se a maior parte dessas atividades agrega positivamente para o seu desenvolvimento profissional ou se o líder designa para você apenas aquelas tarefas chatas que ele não quer executar. A ideia é entender se o gestor te enxerga como assistente ou como alguém com potencial de crescimento. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;