Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Alcolumbre sobre CPI: não é momento para fazer uma coisa contra Constituição



09/09/2019 | 20:56


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), negou que tenha pedido para senadores retirarem assinaturas para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lava Toga, mas voltou a se posicionar contra a comissão. Para Alcolumbre, "não é o momento de fazer uma coisa que vai contra a Constituição".

"É assegurado na Constituição a proibição da investigação do poder Judiciário. É claro isso. Não é decisão única do presidente, o presidente tem que ter responsabilidade de fazer o que está escrito na Constituição. Se há entendimento de que a comissão não pode investigar decisão judicial, como vou passar por cima disso?", questionou.

Ao ser indagado se pediu para parlamentares retirarem assinaturas, ele negou. "Não. Eu tenho conversado com muitos senadores, e já tornei público isso, em relação a minha posição sobre esse processo, tanto de impedimento de ministros, quanto de CPI", disse. "Eu tenho a compreensão e a clareza que estamos passando por um momento de transformação e o parlamento tem se firmado como esteio do exercício democrático", afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alcolumbre sobre CPI: não é momento para fazer uma coisa contra Constituição


09/09/2019 | 20:56


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), negou que tenha pedido para senadores retirarem assinaturas para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lava Toga, mas voltou a se posicionar contra a comissão. Para Alcolumbre, "não é o momento de fazer uma coisa que vai contra a Constituição".

"É assegurado na Constituição a proibição da investigação do poder Judiciário. É claro isso. Não é decisão única do presidente, o presidente tem que ter responsabilidade de fazer o que está escrito na Constituição. Se há entendimento de que a comissão não pode investigar decisão judicial, como vou passar por cima disso?", questionou.

Ao ser indagado se pediu para parlamentares retirarem assinaturas, ele negou. "Não. Eu tenho conversado com muitos senadores, e já tornei público isso, em relação a minha posição sobre esse processo, tanto de impedimento de ministros, quanto de CPI", disse. "Eu tenho a compreensão e a clareza que estamos passando por um momento de transformação e o parlamento tem se firmado como esteio do exercício democrático", afirmou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;