Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Primeira-dama peruana defende nos EUA cultivo de coca


Da AFP

22/02/2005 | 17:19


A primeira-dama do Peru, a antropóloga Eliane Karp de Toledo, defendeu nesta terça-feira o cultivo de coca por parte dos povos indígenas, ressaltando que este tem muitos benefícios do ponto de vista da saúde e ritualístico, acrescentando ainda que as plantações e sua utilização jamais poderão ser erradicadas completamente.

"A coca não pode ser erradicada completamente, pois é parte da vida e dos rituais dos povos peruanos", destacou Karp ao término de uma conversa sobre democracias emergentes e as comunidades indígenas na Universidade de George Washington.

"A coca tem muitas, muitas virtudes além do papel que cumpre do ponto de vista da saúde e dos rituais", continuou ao responder uma pergunta sobre a importância do cultivo de coca para a identidade indígena.

"O cultivo da coca, matéria-prima da cocaína, é completamente guiado pelo mercado", recordou. "A demanda existe e, por isso, a equação é extremamente simples", sustentou ao lembrar que além de tudo a coca cresce na região sem esforços ou necessidade de ajuda.

"Para as pessoas que acreditam no livre mercado e na economia, este é um exemplo excelente. Os camponeses são excelentes economistas", afirmou com um sorriso. Karp disse que não há qualquer outra solução para o cultivo da droga a não ser que os agricultores e indígenas recebam subsídios para cultivar certas matérias-primas como café orgânico, tal como fazem alguns países europeus em suas ex-colônias africanas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;