Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Início da restauração do Cine Lyra vai ter de esperar por mais 720 dias

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ponto turístico da vila de Santo andré aguarda reformas desde 2013


Flavia Kurotori

07/09/2019 | 07:00


A restauração da antiga sede da Associação Recreativa Lyra da Serra, conhecida como Cine Lyra, na Vila de Paranapiacaba, estância turística andreense, foi adiada em mais um ano, conforme publicação no Diário Oficial da União na semana passada. Assim, o prazo para contratação de serviços para a obra pode ser realizado até agosto de 2021. Vale lembrar que as intervenções fazem parte do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Cidades Históricas, anunciado em 2013.

Segundo a Prefeitura de Santo André informou, em nota, “tanto a reforma do campo de futebol quanto a reforma do Cine Lyra estão aguardando empenho de verba por parte do Iphan (<CF51>Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional</CF>) para se dar início ao processo licitatório”.

Porém, o Iphan afirmou que aguarda envio de documentação relativa aos projetos e orçamentos necessários à execução das obras por parte da gestão do prefeito Paulo Serra (PSDB). “No caso do Cine Lyra, especificamente, a Prefeitura está realizando revisão da contratação anterior, sendo daí a necessidade do referido aditivo de prazo”, completou o comunicado. Com o impasse, não há prazo para o término da intervenção. 

A restauração faz parte de pacote cujo investimento total previsto é de R$ 42,4 milhões, proveniente do governo federal. Entre as melhorias estão a restauração de 242 imóveis da Vila Martin Smith (R$ 23 milhões), Cine Lyra (R$ 959,5 mil) e campo de futebol (R$ 2,16 milhões), inaugurado em 1894 e um dos mais antigos do País. 

Até junho de 2018, por meio do PAC, foram recuperados o almoxarifado, a garagem e oficinas das locomotivas e a biblioteca. Outras melhorias foram realizadas pela Prefeitura por outros meios. A restauração da torre do relógio, por exemplo, foi possível devido a um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado com a MRS Logística, que opera a linha férrea.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Início da restauração do Cine Lyra vai ter de esperar por mais 720 dias

Ponto turístico da vila de Santo andré aguarda reformas desde 2013

Flavia Kurotori

07/09/2019 | 07:00


A restauração da antiga sede da Associação Recreativa Lyra da Serra, conhecida como Cine Lyra, na Vila de Paranapiacaba, estância turística andreense, foi adiada em mais um ano, conforme publicação no Diário Oficial da União na semana passada. Assim, o prazo para contratação de serviços para a obra pode ser realizado até agosto de 2021. Vale lembrar que as intervenções fazem parte do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) Cidades Históricas, anunciado em 2013.

Segundo a Prefeitura de Santo André informou, em nota, “tanto a reforma do campo de futebol quanto a reforma do Cine Lyra estão aguardando empenho de verba por parte do Iphan (<CF51>Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional</CF>) para se dar início ao processo licitatório”.

Porém, o Iphan afirmou que aguarda envio de documentação relativa aos projetos e orçamentos necessários à execução das obras por parte da gestão do prefeito Paulo Serra (PSDB). “No caso do Cine Lyra, especificamente, a Prefeitura está realizando revisão da contratação anterior, sendo daí a necessidade do referido aditivo de prazo”, completou o comunicado. Com o impasse, não há prazo para o término da intervenção. 

A restauração faz parte de pacote cujo investimento total previsto é de R$ 42,4 milhões, proveniente do governo federal. Entre as melhorias estão a restauração de 242 imóveis da Vila Martin Smith (R$ 23 milhões), Cine Lyra (R$ 959,5 mil) e campo de futebol (R$ 2,16 milhões), inaugurado em 1894 e um dos mais antigos do País. 

Até junho de 2018, por meio do PAC, foram recuperados o almoxarifado, a garagem e oficinas das locomotivas e a biblioteca. Outras melhorias foram realizadas pela Prefeitura por outros meios. A restauração da torre do relógio, por exemplo, foi possível devido a um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado com a MRS Logística, que opera a linha férrea.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;