Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

CPI do Estádio 1º de Maio se arrasta no Legislativo após quase 1 mês de criação

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

05/09/2019 | 06:06


Prestes a completar um mês de sua instauração, a CPI para apurar os termos da permissão do Estádio 1º de Maio ao São Bernardo FC e ao EC São Bernardo se arrasta na Câmara de São Bernardo. A proposta foi idealizada pelo líder de governo, Pery Cartola (PSDB), no dia 7 de agosto e ainda não deu passos concretos.

Segundo Pery, na próxima segunda-feira, às 10h, nova reunião foi chamada para montar todo o planejamento da comissão. A ideia do vereador é esboçar andamento da CPI e seguir os passos legais para evitar questionamentos dentro da Casa.

“Quero deixar tudo organizado. Quero já deixar bem claro quando haverá chamamentos, quando serão os dias, os horários. Deixar tudo preparado”, alegou o vereador.

Um dos objetivos da CPI, segundo Pery, é tentar desmistificar o que acontece no São Bernardo FC desde sua fundação e entender como foi construída a parceria com a Prefeitura para a utilização do campo.

Já a CPI da Emae (Empresa Metropolitana de Água e Energia), idealizada pelo vereador Jorge Araújo (PHS), aguarda respostas de questões enviadas à autarquia estadual já na próxima reunião, na semana que vem.
“Estamos caminhando. Já realizamos o questionamento e estamos aguardando a Emae responder. Eles têm 15 dias para isso”, relatou Araújo.

Com intenção de investigar a gestão da Emae na Represa Billings, Araújo questionou se há planejamento de reurbanização no local ou se há previsão de retirada de ocupação no manancial.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

CPI do Estádio 1º de Maio se arrasta no Legislativo após quase 1 mês de criação

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

05/09/2019 | 06:06


Prestes a completar um mês de sua instauração, a CPI para apurar os termos da permissão do Estádio 1º de Maio ao São Bernardo FC e ao EC São Bernardo se arrasta na Câmara de São Bernardo. A proposta foi idealizada pelo líder de governo, Pery Cartola (PSDB), no dia 7 de agosto e ainda não deu passos concretos.

Segundo Pery, na próxima segunda-feira, às 10h, nova reunião foi chamada para montar todo o planejamento da comissão. A ideia do vereador é esboçar andamento da CPI e seguir os passos legais para evitar questionamentos dentro da Casa.

“Quero deixar tudo organizado. Quero já deixar bem claro quando haverá chamamentos, quando serão os dias, os horários. Deixar tudo preparado”, alegou o vereador.

Um dos objetivos da CPI, segundo Pery, é tentar desmistificar o que acontece no São Bernardo FC desde sua fundação e entender como foi construída a parceria com a Prefeitura para a utilização do campo.

Já a CPI da Emae (Empresa Metropolitana de Água e Energia), idealizada pelo vereador Jorge Araújo (PHS), aguarda respostas de questões enviadas à autarquia estadual já na próxima reunião, na semana que vem.
“Estamos caminhando. Já realizamos o questionamento e estamos aguardando a Emae responder. Eles têm 15 dias para isso”, relatou Araújo.

Com intenção de investigar a gestão da Emae na Represa Billings, Araújo questionou se há planejamento de reurbanização no local ou se há previsão de retirada de ocupação no manancial.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;