Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Daee falta em reunião no Consórcio Intermunicipal

Banco de Dados Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Órgão estadual havia prometido detalhar projeto do piscinão Jaboticabal para prefeitos do Grande ABC


Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

03/09/2019 | 14:25


Após confirmar presença, o Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica) não compareceu à reunião no Consórcio Intermunicipal do Grande ABC na manhã desta terça-feira, na qual apresentaria detalhes das obras no piscinão do Jaboticabal aos prefeitos da região. Segundo o vice-presidente da entidade, o prefeito de Ribeirão Pires, Adler Kiko Teixeira (PSB), a autarquia estadual participou de evento na Assembleia Legislativa, na Capital.

O Daee enviou documento à entidade afirmando que o empreendimento foi apresentado à Caixa e enquadrado no Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento). Segundo o documento, o governador do Estado de São Paulo, João Doria, (PSDB), encaminhou projeto de lei à Assembleia solicitando aprovação de empréstimo de R$ 300 milhões junto a instituições de crédito nacionais e internacionais. O custo total da obra será de R$ 315 milhões, sendo R$ 300 milhões da Caixa e R$ 15 milhões de dotações orçamentárias do Estado de São Paulo.

O documento também aponta o período de obras – 18 meses – com início previsto para janeiro de 2020.

Promessa de João Doria em março, após morte de dez pessoas na região devido às chuvas no Grande ABC naquele mês, o governador afirmou que custearia as desapropriações na área onde deverá ser construído o piscinão. No documento enviado pelo Daee, a instituição diz que R$ 125 milhões serão utilizados para desapropriar sete áreas.

Na reunião do Consórcio compareceram o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), o chefe do Executivo de Diadema, Lauro Michels (PV) e o vice-prefeito de Santo André, Luiz Zacarias (PTB), além de Kiko. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Daee falta em reunião no Consórcio Intermunicipal

Órgão estadual havia prometido detalhar projeto do piscinão Jaboticabal para prefeitos do Grande ABC

Daniel Tossato
Do Diário do Grande ABC

03/09/2019 | 14:25


Após confirmar presença, o Daee (Departamento de Águas e Energia Elétrica) não compareceu à reunião no Consórcio Intermunicipal do Grande ABC na manhã desta terça-feira, na qual apresentaria detalhes das obras no piscinão do Jaboticabal aos prefeitos da região. Segundo o vice-presidente da entidade, o prefeito de Ribeirão Pires, Adler Kiko Teixeira (PSB), a autarquia estadual participou de evento na Assembleia Legislativa, na Capital.

O Daee enviou documento à entidade afirmando que o empreendimento foi apresentado à Caixa e enquadrado no Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento). Segundo o documento, o governador do Estado de São Paulo, João Doria, (PSDB), encaminhou projeto de lei à Assembleia solicitando aprovação de empréstimo de R$ 300 milhões junto a instituições de crédito nacionais e internacionais. O custo total da obra será de R$ 315 milhões, sendo R$ 300 milhões da Caixa e R$ 15 milhões de dotações orçamentárias do Estado de São Paulo.

O documento também aponta o período de obras – 18 meses – com início previsto para janeiro de 2020.

Promessa de João Doria em março, após morte de dez pessoas na região devido às chuvas no Grande ABC naquele mês, o governador afirmou que custearia as desapropriações na área onde deverá ser construído o piscinão. No documento enviado pelo Daee, a instituição diz que R$ 125 milhões serão utilizados para desapropriar sete áreas.

Na reunião do Consórcio compareceram o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), o chefe do Executivo de Diadema, Lauro Michels (PV) e o vice-prefeito de Santo André, Luiz Zacarias (PTB), além de Kiko. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;