Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Estados Unidos precisam da prorrogação para vencer Turquia no Mundial de Basquete



03/09/2019 | 13:16


Principais favoritos ao título do Mundial Masculino de Basquete, os Estados Unidos sofreram bastante para confirmar favoritismo nesta terça-feira, em Xangai, na China. Os norte-americanos precisaram jogar uma prorrogação para vencer a Turquia por 93 a 92 em confronto válido pela segunda rodada do Grupo E da competição. O triunfo assegurou a classificação da equipe para a segunda fase do torneio.

Atual bicampeã do mundo, a seleção dos EUA veio para o torneio em solo chinês com um time que não conta com as principais estrelas da NBA, mas a equipe comandada por Gregg Popovich conta com outros jogadores que fazem parte da liga de basquete do país e segue sendo considerado o principal candidato ao título em solo chinês.

No último domingo, os norte-americanos estrearam neste Mundial com uma triunfo tranquilo sobre a República Checa, batida por 88 a 67. Desta vez, porém, a vitória sobre os turcos só veio no tempo extra, sendo que favoritos só foram superiores no primeiro quarto do duelo, no qual terminaram em vantagem de 26 a 21.

Com forte apoio da torcida, a Turquia foi buscar uma reação nos dois últimos períodos do confronto e chegaram a estar em vantagem de 81 a 79 quando faltava apenas um décimo de segundo para o final do jogo, quando a arbitragem marcou uma falta de Cedi Osman em Jayson Tatum quando o norte-americano tentou arremessar uma bola da linha dos três pontos. Com isso, o jogador do Boston Celtics teve a chance de liquidar a partida em três lances livres, mas converteu apenas dois deles e ao menos garantiu o tempo extra.

E a vitória só foi ser assegurada com uma cesta convertida por Khris Middleton, jogador do Milwaukee Bucks, ao converter dois lances livres quando faltavam 2,1 segundos para o fim da prorrogação.

Com o triunfo no sufoco, os Estados Unidos passaram a acumular 21 vitórias consecutivas em jogos válidos por Campeonato Mundial, assim como ampliaram para 55 partidas a sua invencibilidade em confrontos nos quais atuou com jogadores da NBA. Essa sequência começou na decisão do bronze na edição de 2006 desta competição, no Japão, onde antes os norte-americanos foram surpreendidos pela Grécia nas semifinais.

Diante da Turquia, o quinteto titular escolhido para começar o jogo contou com Kemba Walker, Harrison Barnes, Donovan Mitchell, Jayson Tatum e Myles Turner. Khris Middleton, que entrou na equipe no decorrer do confronto, acabou terminando como principal cestinha dos norte-americanos, com 15 pontos. Tatum e Joe Harris, outro que sai do banco de reservas, fecharam o duelo com 11 pontos cada.

Pelo lado turco, o ala Ersan Ilyasova, outro jogador do Milwaukee Bucks na NBA, foi o principal nome da sua seleção, com 23 pontos, se garantindo como maior cestinha da partida. Porém, ele não conseguiu evitar a primeira derrota de sua seleção neste Mundial, no qual anteriormente estreou com vitória sobre o Japão. Os japoneses, por sinal, foram derrotados pela segunda vez em dois jogos ao caírem por 89 a 76 diante da República Checa em outro duelo deste Grupo E.

OUTROS JOGOS - Outras duas seleções que venceram nesta terça-feira e garantiram classificação à segunda fase do Mundial foram a Austrália e a Lituânia. Em duelo válido pelo Grupo H, os australianos derrotaram Senegal por 81 a 68, em Dongguan, onde os lituanos superaram o Canadá por 92 a 69 e acabaram com as chances do rival da América do Norte de ir ao estágio seguinte do torneio.

Pelo Grupo G, a França e a República Dominicana também asseguraram vaga na próxima fase com a segunda vitória seguida no Mundial. Os franceses massacraram por 103 a 64, enquanto os dominicanos bateram os alemães por 70 a 68.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Estados Unidos precisam da prorrogação para vencer Turquia no Mundial de Basquete


03/09/2019 | 13:16


Principais favoritos ao título do Mundial Masculino de Basquete, os Estados Unidos sofreram bastante para confirmar favoritismo nesta terça-feira, em Xangai, na China. Os norte-americanos precisaram jogar uma prorrogação para vencer a Turquia por 93 a 92 em confronto válido pela segunda rodada do Grupo E da competição. O triunfo assegurou a classificação da equipe para a segunda fase do torneio.

Atual bicampeã do mundo, a seleção dos EUA veio para o torneio em solo chinês com um time que não conta com as principais estrelas da NBA, mas a equipe comandada por Gregg Popovich conta com outros jogadores que fazem parte da liga de basquete do país e segue sendo considerado o principal candidato ao título em solo chinês.

No último domingo, os norte-americanos estrearam neste Mundial com uma triunfo tranquilo sobre a República Checa, batida por 88 a 67. Desta vez, porém, a vitória sobre os turcos só veio no tempo extra, sendo que favoritos só foram superiores no primeiro quarto do duelo, no qual terminaram em vantagem de 26 a 21.

Com forte apoio da torcida, a Turquia foi buscar uma reação nos dois últimos períodos do confronto e chegaram a estar em vantagem de 81 a 79 quando faltava apenas um décimo de segundo para o final do jogo, quando a arbitragem marcou uma falta de Cedi Osman em Jayson Tatum quando o norte-americano tentou arremessar uma bola da linha dos três pontos. Com isso, o jogador do Boston Celtics teve a chance de liquidar a partida em três lances livres, mas converteu apenas dois deles e ao menos garantiu o tempo extra.

E a vitória só foi ser assegurada com uma cesta convertida por Khris Middleton, jogador do Milwaukee Bucks, ao converter dois lances livres quando faltavam 2,1 segundos para o fim da prorrogação.

Com o triunfo no sufoco, os Estados Unidos passaram a acumular 21 vitórias consecutivas em jogos válidos por Campeonato Mundial, assim como ampliaram para 55 partidas a sua invencibilidade em confrontos nos quais atuou com jogadores da NBA. Essa sequência começou na decisão do bronze na edição de 2006 desta competição, no Japão, onde antes os norte-americanos foram surpreendidos pela Grécia nas semifinais.

Diante da Turquia, o quinteto titular escolhido para começar o jogo contou com Kemba Walker, Harrison Barnes, Donovan Mitchell, Jayson Tatum e Myles Turner. Khris Middleton, que entrou na equipe no decorrer do confronto, acabou terminando como principal cestinha dos norte-americanos, com 15 pontos. Tatum e Joe Harris, outro que sai do banco de reservas, fecharam o duelo com 11 pontos cada.

Pelo lado turco, o ala Ersan Ilyasova, outro jogador do Milwaukee Bucks na NBA, foi o principal nome da sua seleção, com 23 pontos, se garantindo como maior cestinha da partida. Porém, ele não conseguiu evitar a primeira derrota de sua seleção neste Mundial, no qual anteriormente estreou com vitória sobre o Japão. Os japoneses, por sinal, foram derrotados pela segunda vez em dois jogos ao caírem por 89 a 76 diante da República Checa em outro duelo deste Grupo E.

OUTROS JOGOS - Outras duas seleções que venceram nesta terça-feira e garantiram classificação à segunda fase do Mundial foram a Austrália e a Lituânia. Em duelo válido pelo Grupo H, os australianos derrotaram Senegal por 81 a 68, em Dongguan, onde os lituanos superaram o Canadá por 92 a 69 e acabaram com as chances do rival da América do Norte de ir ao estágio seguinte do torneio.

Pelo Grupo G, a França e a República Dominicana também asseguraram vaga na próxima fase com a segunda vitória seguida no Mundial. Os franceses massacraram por 103 a 64, enquanto os dominicanos bateram os alemães por 70 a 68.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;