Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Rejeição a Bolsonaro chega a 38%, aponta pesquisa Datafolha

EBC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

No levantamento anterior, realizado no início de julho, a rejeição do presidente era de 33%



02/09/2019 | 10:44


O presidente Jair Bolsonaro é rejeitado por 38% das pessoas, segundo pesquisa Datafolha realizada em 29 e 30 de agosto com 2.878 eleitores. No levantamento anterior, realizado no início de julho, a rejeição do presidente era de 33%. Já a aprovação de Bolsonaro recuou de 33% para 29% no mesmo período - dentro da margem de erro, de dois pontos para cima ou para baixo.

As pessoas que julgam o governo Bolsonaro como regular são 31% - eram 30%. No Nordeste, a rejeição saltou de 41% para 52% entre as duas pesquisas. Jair Bolsonaro é, de longe, o presidente eleito em primeiro mandato com maior rejeição: em agosto de 1995, Fernando Henrique Cardoso era reprovado por 15%; Luiz Inácio Lula da Silva, em agosto de 2003, por 10%; e Dilma, em agosto de 2011, por 11%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rejeição a Bolsonaro chega a 38%, aponta pesquisa Datafolha

No levantamento anterior, realizado no início de julho, a rejeição do presidente era de 33%


02/09/2019 | 10:44


O presidente Jair Bolsonaro é rejeitado por 38% das pessoas, segundo pesquisa Datafolha realizada em 29 e 30 de agosto com 2.878 eleitores. No levantamento anterior, realizado no início de julho, a rejeição do presidente era de 33%. Já a aprovação de Bolsonaro recuou de 33% para 29% no mesmo período - dentro da margem de erro, de dois pontos para cima ou para baixo.

As pessoas que julgam o governo Bolsonaro como regular são 31% - eram 30%. No Nordeste, a rejeição saltou de 41% para 52% entre as duas pesquisas. Jair Bolsonaro é, de longe, o presidente eleito em primeiro mandato com maior rejeição: em agosto de 1995, Fernando Henrique Cardoso era reprovado por 15%; Luiz Inácio Lula da Silva, em agosto de 2003, por 10%; e Dilma, em agosto de 2011, por 11%.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;