Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Bernardo entrega viaduto e projeta viagens mais rápidas

Gabriel Inamine/PMSBC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Obra contou com R$ 81,5 mi em investimentos e consumiu 12,8 milhões de m³ de cimento


Do Dgabc.com.br

02/09/2019 | 07:00


A Prefeitura de São Bernardo entregou, na manhã de ontem, o Viaduto da Praça dos Bombeiros, que conecta as avenidas Rotary e Luiz Pequini e integra os projetos dos futuros corredores Leste-Oeste e Rotary. A Administração prevê que a liberação do elevado traga ganho imediato na fluidez dos veículos que circulam diariamente na Praça dos Bombeiros, no Jardim Irajá, eliminando a necessidade do uso da rotatória e garantindo uma redução de cinco a dez minutos no tempo de viagem na região.

Batizado de José Gomes da Silva – em homenagem ao líder de bairro que conquistou uma série de melhorias na região, por meio de seu trabalho social – o equipamento viário recebeu investimento de R$ 81,5 milhões, com recursos da CAF (Confederação Andina de Fomento) e contrapartida municipal. O viaduto vai beneficiar, de forma direta, os moradores dos bairros Centro, Ferrazópolis, Vila São Pedro, Jardim Irajá, Vila São José. Jardim Regina e Parque São Bernardo.

“Os comerciantes do entorno foram duramente penalizados pelo abandono desta obra. Aqui pegamos praticamente do zero, apenas com o projeto e algumas vigas instaladas e conseguimos dar sequência após captação de recursos. Começamos a obra em 2018 e em menos de dois anos, estamos entregando mais uma etapa de novo modelo de mobilidade urbana em implantação na cidade”, destacou o prefeito Orlando Morando (PSDB). 

A ponte tem extensão de 330 metros e quatro faixas de rolamento, sendo duas para cada pista. O viário é atualmente o viaduto com maior extensão metálica em vão livre do País. São 93 metros de estrutura rodoviária sem qualquer coluna de sustentação, em projeto arquitetônico inovador, semelhante ao que será usado na duplicação do Viaduto Adib Chammas, em Santo André. A obra também envolveu melhorias no entorno, como execução de caixa de pavimento, guias e sarjetas e sistema de drenagem. Foram utilizados 12,8 mil m³ de concreto para estruturas de fundações, pilares e vigas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Bernardo entrega viaduto e projeta viagens mais rápidas

Obra contou com R$ 81,5 mi em investimentos e consumiu 12,8 milhões de m³ de cimento

Do Dgabc.com.br

02/09/2019 | 07:00


A Prefeitura de São Bernardo entregou, na manhã de ontem, o Viaduto da Praça dos Bombeiros, que conecta as avenidas Rotary e Luiz Pequini e integra os projetos dos futuros corredores Leste-Oeste e Rotary. A Administração prevê que a liberação do elevado traga ganho imediato na fluidez dos veículos que circulam diariamente na Praça dos Bombeiros, no Jardim Irajá, eliminando a necessidade do uso da rotatória e garantindo uma redução de cinco a dez minutos no tempo de viagem na região.

Batizado de José Gomes da Silva – em homenagem ao líder de bairro que conquistou uma série de melhorias na região, por meio de seu trabalho social – o equipamento viário recebeu investimento de R$ 81,5 milhões, com recursos da CAF (Confederação Andina de Fomento) e contrapartida municipal. O viaduto vai beneficiar, de forma direta, os moradores dos bairros Centro, Ferrazópolis, Vila São Pedro, Jardim Irajá, Vila São José. Jardim Regina e Parque São Bernardo.

“Os comerciantes do entorno foram duramente penalizados pelo abandono desta obra. Aqui pegamos praticamente do zero, apenas com o projeto e algumas vigas instaladas e conseguimos dar sequência após captação de recursos. Começamos a obra em 2018 e em menos de dois anos, estamos entregando mais uma etapa de novo modelo de mobilidade urbana em implantação na cidade”, destacou o prefeito Orlando Morando (PSDB). 

A ponte tem extensão de 330 metros e quatro faixas de rolamento, sendo duas para cada pista. O viário é atualmente o viaduto com maior extensão metálica em vão livre do País. São 93 metros de estrutura rodoviária sem qualquer coluna de sustentação, em projeto arquitetônico inovador, semelhante ao que será usado na duplicação do Viaduto Adib Chammas, em Santo André. A obra também envolveu melhorias no entorno, como execução de caixa de pavimento, guias e sarjetas e sistema de drenagem. Foram utilizados 12,8 mil m³ de concreto para estruturas de fundações, pilares e vigas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;