Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André fica no 0 a 0 com o Juventus na estreia da 2ª fase

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Times fizeram duelo bastante disputado e de poucas chances em tarde quente no Brunão


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

01/09/2019 | 07:00


Dos times do Grande ABC na Copa Paulista, o Santo André foi disparado o que menos investiu. Fez contratações pontuais, apostou na base e manteve o auxiliar permanente José Carlos Palhavam como treinador principal. Ou seja, desde o início mostrou que o foco está em 2020, no Paulistão. Entretanto, a competição se tornou obsessão para que os jovens andreenses mostrem serviço. E ontem à tarde, ao menos defensivamente, diante de adversário com muito mais experiência e investimento, os ramalhinos cumpriram a missão no empate por 0 a 0 com o Juventus, na despedida do Estádio Bruno Daniel nesta temporada – passará por obras de modernização para atender exigências da Federação Paulista para o Estadual do ano que vem.

O Moleque Travesso, que foi líder de seu grupo na primeira fase, pode-se dizer que tem dois treinadores. Do lado de fora, Alex Alves, que há algum tempo desempenha a função e busca repetir o sucesso que teve por clubes como Portuguesa, Cruzeiro e Botafogo enquanto ainda calçava as chuteiras. Porém, dentro das quatro linhas, quem comanda as ações é o volante Alê, figura conhecida do torcedor andreense por integrar o time vice-campeão do Paulista de 2010. Mas os representantes da juventude ramalhina foram valentes e conseguiram equilibrar o duelo.

É bem verdade que os 808 presentes ao Bruno Daniel não tiveram grandes motivos para comemorar. Afinal, foi uma chance real de gol para cada lado. A do time grená foi logo no início do duelo, em chegada do lateral-esquerdo Paulo Henrique (outro ex-Ramalhão). Já o Santo André teve a oportunidade de matar a partida no fim da etapa final com Magno, que acabou cabeceando para fora.

A partir desta fase, voltam os jogos durante a semana e o próximo desafio andreense será contra o Comercial, quarta-feira, às 20h, no Estádio Francisco Palma Travassos, em Ribeirão Preto. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André fica no 0 a 0 com o Juventus na estreia da 2ª fase

Times fizeram duelo bastante disputado e de poucas chances em tarde quente no Brunão

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

01/09/2019 | 07:00


Dos times do Grande ABC na Copa Paulista, o Santo André foi disparado o que menos investiu. Fez contratações pontuais, apostou na base e manteve o auxiliar permanente José Carlos Palhavam como treinador principal. Ou seja, desde o início mostrou que o foco está em 2020, no Paulistão. Entretanto, a competição se tornou obsessão para que os jovens andreenses mostrem serviço. E ontem à tarde, ao menos defensivamente, diante de adversário com muito mais experiência e investimento, os ramalhinos cumpriram a missão no empate por 0 a 0 com o Juventus, na despedida do Estádio Bruno Daniel nesta temporada – passará por obras de modernização para atender exigências da Federação Paulista para o Estadual do ano que vem.

O Moleque Travesso, que foi líder de seu grupo na primeira fase, pode-se dizer que tem dois treinadores. Do lado de fora, Alex Alves, que há algum tempo desempenha a função e busca repetir o sucesso que teve por clubes como Portuguesa, Cruzeiro e Botafogo enquanto ainda calçava as chuteiras. Porém, dentro das quatro linhas, quem comanda as ações é o volante Alê, figura conhecida do torcedor andreense por integrar o time vice-campeão do Paulista de 2010. Mas os representantes da juventude ramalhina foram valentes e conseguiram equilibrar o duelo.

É bem verdade que os 808 presentes ao Bruno Daniel não tiveram grandes motivos para comemorar. Afinal, foi uma chance real de gol para cada lado. A do time grená foi logo no início do duelo, em chegada do lateral-esquerdo Paulo Henrique (outro ex-Ramalhão). Já o Santo André teve a oportunidade de matar a partida no fim da etapa final com Magno, que acabou cabeceando para fora.

A partir desta fase, voltam os jogos durante a semana e o próximo desafio andreense será contra o Comercial, quarta-feira, às 20h, no Estádio Francisco Palma Travassos, em Ribeirão Preto. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;