Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Com gol contra no final, Juventus bate o Napoli por 4 a 3 e mantém 100% na Itália



31/08/2019 | 18:05


Em um grande jogo entre a atual octocampeã nacional contra o time que foi vice nas duas últimas temporadas, cheio de alternativas e muita emoção, a Juventus derrotou o Napoli por 4 a 3, neste sábado, no Juventus Stadium, em Turim, pela segunda rodada do Campeonato Italiano. O time da casa abriu 3 a 0 no placar e parecia encaminhar com tranquilidade a vitória. Mas o rival reagiu e em 15 minutos obteve o empate. Um gol contra do zagueiro senegalês Koulibaly, aos 47 do segundo tempo, definiu o triunfo.

Com seis pontos, a Juventus segue com 100% de aproveitamento e neste momento é o líder isolado da competição. Neste domingo, cinco times também podem chegar nesta pontuação: Inter de Milão, Lazio, Atalanta, Torino e Udinese. O Napoli, que havia estreado com uma vitória por 4 a 3 sobre a Fiorentina, caiu para o nono lugar, com três pontos.

A partida começou em ritmo acelerado e o Napoli quase abriu o placar, aos 14 minutos, em um chute colocado de Allan que o goleiro polonês Szczesny espalmou no canto esquerdo. No rebote do escanteio, a Juventus armou um contra-ataque e o brasileiro Danilo, que havia acabado de entrar, marcou logo em sua estreia na equipe. Três minutos depois, o centroavante argentino Higuaín fez em bela jogada e colocou os mandantes com 2 a 0 de vantagem.

No segundo tempo, o Napoli buscou a reação, mas antes a Juventus conseguiu o terceiro gol com o português Cristiano Ronaldo, aos 17 minutos. Com 3 a 0 contra, o time napolitano foi de qualquer jeito para o ataque e diminuiu aos 21 com o zagueiro Manolas de cabeça. Mais duas voltas no relógio e foi a vez do mexicano Lozano, outro que fazia a sua estreia, marcar e diminuir a desvantagem para apenas um gol.

O empate, que parecia improvável, veio aos 36 minutos. Na falta cobrada por Callejón na área, o lateral-direito Di Lorenzo apareceu livre na segunda trave e marcou o gol. Só que a reação caiu por terra já nos acréscimos, aos 47, quando Koulibaly tentou cortar um cruzamento na área e, de canela, mandou no ângulo esquerdo alto do goleiro Meret, que nada pôde fazer para evitar a derrota.

MILAN - Após estrear com derrota para a Udinese na primeira rodada do Campeonato Italiano, o Milan fez o seu primeiro jogo em casa neste sábado. No estádio San Siro, em Milão, a equipe comandada agora pelo técnico Marco Giampaolo venceu o Brescia por 1 a 0. O turco Çalhanoglu marcou o gol da vitória do time rubro-negro, que agora é oitavo colocado, com três pontos. O rival está duas posições abaixo, com a mesma pontuação.

Buscando se recuperar do tropeço da estreia, o Milan começou o jogo em cima do adversário e foi recompensado logo aos 12 minutos. Suso deu assistência para Hakan Çalhanoglu, que abriu o placar em uma cabeçada dentro da área. A equipe rubro-negra ainda tentou ampliar o marcador durante o resto do jogo, mas parou no goleiro do Brescia. Os visitantes quase não criaram na partida.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Com gol contra no final, Juventus bate o Napoli por 4 a 3 e mantém 100% na Itália


31/08/2019 | 18:05


Em um grande jogo entre a atual octocampeã nacional contra o time que foi vice nas duas últimas temporadas, cheio de alternativas e muita emoção, a Juventus derrotou o Napoli por 4 a 3, neste sábado, no Juventus Stadium, em Turim, pela segunda rodada do Campeonato Italiano. O time da casa abriu 3 a 0 no placar e parecia encaminhar com tranquilidade a vitória. Mas o rival reagiu e em 15 minutos obteve o empate. Um gol contra do zagueiro senegalês Koulibaly, aos 47 do segundo tempo, definiu o triunfo.

Com seis pontos, a Juventus segue com 100% de aproveitamento e neste momento é o líder isolado da competição. Neste domingo, cinco times também podem chegar nesta pontuação: Inter de Milão, Lazio, Atalanta, Torino e Udinese. O Napoli, que havia estreado com uma vitória por 4 a 3 sobre a Fiorentina, caiu para o nono lugar, com três pontos.

A partida começou em ritmo acelerado e o Napoli quase abriu o placar, aos 14 minutos, em um chute colocado de Allan que o goleiro polonês Szczesny espalmou no canto esquerdo. No rebote do escanteio, a Juventus armou um contra-ataque e o brasileiro Danilo, que havia acabado de entrar, marcou logo em sua estreia na equipe. Três minutos depois, o centroavante argentino Higuaín fez em bela jogada e colocou os mandantes com 2 a 0 de vantagem.

No segundo tempo, o Napoli buscou a reação, mas antes a Juventus conseguiu o terceiro gol com o português Cristiano Ronaldo, aos 17 minutos. Com 3 a 0 contra, o time napolitano foi de qualquer jeito para o ataque e diminuiu aos 21 com o zagueiro Manolas de cabeça. Mais duas voltas no relógio e foi a vez do mexicano Lozano, outro que fazia a sua estreia, marcar e diminuir a desvantagem para apenas um gol.

O empate, que parecia improvável, veio aos 36 minutos. Na falta cobrada por Callejón na área, o lateral-direito Di Lorenzo apareceu livre na segunda trave e marcou o gol. Só que a reação caiu por terra já nos acréscimos, aos 47, quando Koulibaly tentou cortar um cruzamento na área e, de canela, mandou no ângulo esquerdo alto do goleiro Meret, que nada pôde fazer para evitar a derrota.

MILAN - Após estrear com derrota para a Udinese na primeira rodada do Campeonato Italiano, o Milan fez o seu primeiro jogo em casa neste sábado. No estádio San Siro, em Milão, a equipe comandada agora pelo técnico Marco Giampaolo venceu o Brescia por 1 a 0. O turco Çalhanoglu marcou o gol da vitória do time rubro-negro, que agora é oitavo colocado, com três pontos. O rival está duas posições abaixo, com a mesma pontuação.

Buscando se recuperar do tropeço da estreia, o Milan começou o jogo em cima do adversário e foi recompensado logo aos 12 minutos. Suso deu assistência para Hakan Çalhanoglu, que abriu o placar em uma cabeçada dentro da área. A equipe rubro-negra ainda tentou ampliar o marcador durante o resto do jogo, mas parou no goleiro do Brescia. Os visitantes quase não criaram na partida.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;