Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Evolução popular, Uno faz 35 anos de Brasil

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC

30/08/2019 | 08:54


Quase impossível achar quem nunca andou em Fiat Uno. O carro, que chegou ao Brasil há 35 anos, causou espanto no começo – pelo formato, dimensões reduzidas, baixo consumo, entre outros atributos – mas aos poucos ganhou o respeito dos motoristas e se tornou um dos maiores sucessos da indústria automobilística, com mais de 4 milhões de unidades vendidas.
O monovolume derivou outros modelos, como o Prêmio, Elba e a Fiorino, foi pioneiro em tecnologia. Além de popularizar itens como ar-condicionado e quatro portas, até então só existentes em segmentos superiores.

A história teve início em 1984, quando foi apresentado para o mercado brasileiro um novo conceito mundial de automóvel, um veículo revolucionário e que cairia no gosto popular: o Fiat Uno. ‘Pequeno por fora e grande por dentro’, o modelo da Fiat se transformou em um ícone ao garantir grande espaço interno em um tamanho compacto. Em pouco tempo conquistou o público.
O sucesso foi tanto que o modelo se mantém na linha Fiat até hoje, 35 anos depois. São poucos os veículos que conseguem sobreviver a tantos anos na indústria automobilística e o Fiat Uno reúne um legado que transpassa gerações.

Desenhado por Giorgetto Giugiaro, o Uno foi lançado um ano antes na Itália e logo depois chegou à versão adaptada aos costumes tropicais. Mais resistente ao uso severo, às nossas estradas e ruas e com o porta-malas maior, recebeu elogios até mesmo dos italianos. O sucesso da versão brasileira foi tanto, que mais tarde começou a ser exportado até mesmo para o seu país de nascimento.

Desde então, o Fiat Uno se manteve como um grande sucesso de vendas e crítica. Recebeu mais de 20 prêmios. Até julho de 2019, foram produzidas cerca de 4 milhões de unidades do Fiat Uno no Polo Automotivo Fiat, em Betim (Minas Gerais). Ele foi o modelo mais vendido da marca até hoje. Além de ser comercializado no Brasil, o Fiat Uno ainda é exportado para Argentina, México, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Chile, Uruguai, Bolívia e Peru.


O Uno foi o primeiro carro mundial da Fiat a ser comercializado no Brasil, o pioneiro no segmento de carro 1.000 cilindradas, primeiro carro turbo fabricado em série no País e o líder em vendas por muito anos.

Com tantas histórias e 35 anos no mercado, o Fiat Uno chega em 2019 com números impressionantes. Apesar do tempo, segue em ótima forma e boa atuação no mercado, o que pode ser comprovado com o fato de ter sido o veículo compacto com maior crescimento de vendas no Brasil no primeiro semestre de 2019: 101,3% a mais em relação ao mesmo período de 2018 (9.573 unidades comercializadas de janeiro a junho de 2019 em relação às 4.755 no mesmo período do ano anterior).

A atual gama conta com quatro versões: Attractive 1.0 (R$ 46.490), que possui perfil democrático e ótimo acabamento; Drive 1.0 (R$ 47.990), com destaque para o motor Firefly e pela direção elétrica com função City, oferece dirigibilidade e conforto; Way 1.0 (R$ 49.990) que é a mais robusta; e Way 1.3 (R$ 53.990), que, devido ao motor FireFly 1.3, garante performance extra, mas sem abrir mão da economia.   



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Evolução popular, Uno faz 35 anos de Brasil

Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC

30/08/2019 | 08:54


Quase impossível achar quem nunca andou em Fiat Uno. O carro, que chegou ao Brasil há 35 anos, causou espanto no começo – pelo formato, dimensões reduzidas, baixo consumo, entre outros atributos – mas aos poucos ganhou o respeito dos motoristas e se tornou um dos maiores sucessos da indústria automobilística, com mais de 4 milhões de unidades vendidas.
O monovolume derivou outros modelos, como o Prêmio, Elba e a Fiorino, foi pioneiro em tecnologia. Além de popularizar itens como ar-condicionado e quatro portas, até então só existentes em segmentos superiores.

A história teve início em 1984, quando foi apresentado para o mercado brasileiro um novo conceito mundial de automóvel, um veículo revolucionário e que cairia no gosto popular: o Fiat Uno. ‘Pequeno por fora e grande por dentro’, o modelo da Fiat se transformou em um ícone ao garantir grande espaço interno em um tamanho compacto. Em pouco tempo conquistou o público.
O sucesso foi tanto que o modelo se mantém na linha Fiat até hoje, 35 anos depois. São poucos os veículos que conseguem sobreviver a tantos anos na indústria automobilística e o Fiat Uno reúne um legado que transpassa gerações.

Desenhado por Giorgetto Giugiaro, o Uno foi lançado um ano antes na Itália e logo depois chegou à versão adaptada aos costumes tropicais. Mais resistente ao uso severo, às nossas estradas e ruas e com o porta-malas maior, recebeu elogios até mesmo dos italianos. O sucesso da versão brasileira foi tanto, que mais tarde começou a ser exportado até mesmo para o seu país de nascimento.

Desde então, o Fiat Uno se manteve como um grande sucesso de vendas e crítica. Recebeu mais de 20 prêmios. Até julho de 2019, foram produzidas cerca de 4 milhões de unidades do Fiat Uno no Polo Automotivo Fiat, em Betim (Minas Gerais). Ele foi o modelo mais vendido da marca até hoje. Além de ser comercializado no Brasil, o Fiat Uno ainda é exportado para Argentina, México, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Chile, Uruguai, Bolívia e Peru.


O Uno foi o primeiro carro mundial da Fiat a ser comercializado no Brasil, o pioneiro no segmento de carro 1.000 cilindradas, primeiro carro turbo fabricado em série no País e o líder em vendas por muito anos.

Com tantas histórias e 35 anos no mercado, o Fiat Uno chega em 2019 com números impressionantes. Apesar do tempo, segue em ótima forma e boa atuação no mercado, o que pode ser comprovado com o fato de ter sido o veículo compacto com maior crescimento de vendas no Brasil no primeiro semestre de 2019: 101,3% a mais em relação ao mesmo período de 2018 (9.573 unidades comercializadas de janeiro a junho de 2019 em relação às 4.755 no mesmo período do ano anterior).

A atual gama conta com quatro versões: Attractive 1.0 (R$ 46.490), que possui perfil democrático e ótimo acabamento; Drive 1.0 (R$ 47.990), com destaque para o motor Firefly e pela direção elétrica com função City, oferece dirigibilidade e conforto; Way 1.0 (R$ 49.990) que é a mais robusta; e Way 1.3 (R$ 53.990), que, devido ao motor FireFly 1.3, garante performance extra, mas sem abrir mão da economia.   

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;