Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 14 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Mutirões reduzem espera por cirurgias em São Caetano

Divulgação/PMSCS Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Do Dgabc.com.br

26/08/2019 | 12:07


A Prefeitura de São Caetano realizou neste sábado (24) mais dois mutirões da Saúde. De acordo com a administração municipal, as iniciativas cumpriram o objetivo de reduzir a espera por cirurgias. Foram 196 no total, sendo 128 de pele (no Hospital Maria Braido) e 68 de catarata (na Unidade de Saúde Oftalmológica Dr. Jaime Tavares).

“Os mutirões são ferramentas eficientes de tratamento. Essa ampliação do atendimento reduz a espera dos pacientes, que são tratados com respeito, carinho e atenção”, afirmou o prefeito José Auricchio Júnior. “Vemos a satisfação no rosto das pessoas”, concluiu a secretária municipal de Saúde, Regina Maura Zetone.
Ambos os mutirões foram exclusivos para pacientes agendados. No de Pequenas Cirurgias de Pele foram atendidos pacientes com menos de 85 anos, com lesões menores de 6 cm não recidivadas (que não tenham retornado), sem histórico de cardiopatia, doenças graves descompensadas ou que façam uso de anticoagulantes.

O mutirão contemplou, inclusive, pacientes com câncer de pele, como CBC (carcinoma basocelular), CEC (carcinoma espinocelular) e melanomas. Nos casos das lesões benignas, foram realizadas extrações de pintas, verrugas e cistos, entre outros sinais.

Já o Mutirão de Catarata realizou procedimentos para devolver a boa visão aos pacientes. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a catarata é a principal causa de cegueira no mundo (47,8% dos casos). A boa notícia é que a doença é reversível. O diagnóstico e o tratamento completo são feitos na própria Unidade de Saúde Oftalmológica.

A aposentada Ana Castro, de 87 anos, aprovou a iniciativa. “Agora vou enxergar melhor e até poder acompanhar melhor as missas, lendo o folheto litúrgico”, destacou a moradora do Bairro da Fundação. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mutirões reduzem espera por cirurgias em São Caetano

Do Dgabc.com.br

26/08/2019 | 12:07


A Prefeitura de São Caetano realizou neste sábado (24) mais dois mutirões da Saúde. De acordo com a administração municipal, as iniciativas cumpriram o objetivo de reduzir a espera por cirurgias. Foram 196 no total, sendo 128 de pele (no Hospital Maria Braido) e 68 de catarata (na Unidade de Saúde Oftalmológica Dr. Jaime Tavares).

“Os mutirões são ferramentas eficientes de tratamento. Essa ampliação do atendimento reduz a espera dos pacientes, que são tratados com respeito, carinho e atenção”, afirmou o prefeito José Auricchio Júnior. “Vemos a satisfação no rosto das pessoas”, concluiu a secretária municipal de Saúde, Regina Maura Zetone.
Ambos os mutirões foram exclusivos para pacientes agendados. No de Pequenas Cirurgias de Pele foram atendidos pacientes com menos de 85 anos, com lesões menores de 6 cm não recidivadas (que não tenham retornado), sem histórico de cardiopatia, doenças graves descompensadas ou que façam uso de anticoagulantes.

O mutirão contemplou, inclusive, pacientes com câncer de pele, como CBC (carcinoma basocelular), CEC (carcinoma espinocelular) e melanomas. Nos casos das lesões benignas, foram realizadas extrações de pintas, verrugas e cistos, entre outros sinais.

Já o Mutirão de Catarata realizou procedimentos para devolver a boa visão aos pacientes. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a catarata é a principal causa de cegueira no mundo (47,8% dos casos). A boa notícia é que a doença é reversível. O diagnóstico e o tratamento completo são feitos na própria Unidade de Saúde Oftalmológica.

A aposentada Ana Castro, de 87 anos, aprovou a iniciativa. “Agora vou enxergar melhor e até poder acompanhar melhor as missas, lendo o folheto litúrgico”, destacou a moradora do Bairro da Fundação. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;