Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA: Trump ameaça usar autoridade de emergência contra a China



24/08/2019 | 16:08


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaça usar a autoridade de emergência concedida por uma lei federal, para fazer cumprir sua ordem via Twitter para empresas americanas cortarem os laços com a China em meio a uma guerra comercial entre as duas nações.

O anúncio da China de que estava elevando as tarifas sobre US$ 75 bilhões em importações norte-americanas deixou Trump enfurecido. No Twitter, o mandatário norte-americano declarou que as empresas americanas "estão ordenadas a começar imediatamente a procurar uma alternativa à China".

Mais tarde, ele esclareceu que estava ameaçando fazer uso da Lei de Poderes de Emergência Internacional. Ele pretende confiar em um ato promulgado em 1977 - que é usado para atacar terroristas, regimes desonestos e traficantes de drogas - como a mais nova arma no confronto entre as duas maiores economias do mundo. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA: Trump ameaça usar autoridade de emergência contra a China


24/08/2019 | 16:08


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaça usar a autoridade de emergência concedida por uma lei federal, para fazer cumprir sua ordem via Twitter para empresas americanas cortarem os laços com a China em meio a uma guerra comercial entre as duas nações.

O anúncio da China de que estava elevando as tarifas sobre US$ 75 bilhões em importações norte-americanas deixou Trump enfurecido. No Twitter, o mandatário norte-americano declarou que as empresas americanas "estão ordenadas a começar imediatamente a procurar uma alternativa à China".

Mais tarde, ele esclareceu que estava ameaçando fazer uso da Lei de Poderes de Emergência Internacional. Ele pretende confiar em um ato promulgado em 1977 - que é usado para atacar terroristas, regimes desonestos e traficantes de drogas - como a mais nova arma no confronto entre as duas maiores economias do mundo. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;