Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Rally dos Sertões é aventura sem fronteiras

José Mário Dias/Mundo Press/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC

23/08/2019 | 09:33


Pode existir campo de provas maior que rodar 4.887 quilômetros em oito dias, cruzando seis Estados, com partida no Centro-Oeste do Brasil e chegada na região Nordeste? Junte-se a tudo isso trilhas, buracos, pedras, rios e uma série de outros percalços. É esse o desafio que carros, motos, quadriciclos e UTVs, um 4x4 com dimensões menores que um automóvel de rua, terão de enfrentar durante a 27ª edição do Rally dos Sertões.
A competição terá largada amanhã, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e segue até Aquiraz, no Ceará, passando por seis Estados. É considera uma das mais duras disputas do off-road mundial, colocando em xeque as condições físicas dos pilotos e navegadores e exigindo muito das máquinas.
Nas motos, o mineiro Tunico Maciel é o atual campeão, e ele terá concorrência de seus dois companheiros de equipe Honda, Jean Azevedo (que ganhou em 2017 e soma sete conquistas) e o gaúcho Gregorio Caselani, campeão de 2016. O trio pilota os modelos CRF 450. Motocicleta extremante bruta e que enfrenta todo tipo de terreno.
Nos carros, a disputa é sempre forte. Com destaque para as Mitsubishi L200 e outros veículos importados, alguns vindos da África do Sul, com tecnologia de ponta.
Nos UTVs, uma das sensações é Reinaldo Varela. O experiente piloto paulista tem no currículo o título de campeão do Rali Dakar, o mais duro e disputado do planeta.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rally dos Sertões é aventura sem fronteiras

Nilton Valentim
Do Diário do Grande ABC

23/08/2019 | 09:33


Pode existir campo de provas maior que rodar 4.887 quilômetros em oito dias, cruzando seis Estados, com partida no Centro-Oeste do Brasil e chegada na região Nordeste? Junte-se a tudo isso trilhas, buracos, pedras, rios e uma série de outros percalços. É esse o desafio que carros, motos, quadriciclos e UTVs, um 4x4 com dimensões menores que um automóvel de rua, terão de enfrentar durante a 27ª edição do Rally dos Sertões.
A competição terá largada amanhã, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e segue até Aquiraz, no Ceará, passando por seis Estados. É considera uma das mais duras disputas do off-road mundial, colocando em xeque as condições físicas dos pilotos e navegadores e exigindo muito das máquinas.
Nas motos, o mineiro Tunico Maciel é o atual campeão, e ele terá concorrência de seus dois companheiros de equipe Honda, Jean Azevedo (que ganhou em 2017 e soma sete conquistas) e o gaúcho Gregorio Caselani, campeão de 2016. O trio pilota os modelos CRF 450. Motocicleta extremante bruta e que enfrenta todo tipo de terreno.
Nos carros, a disputa é sempre forte. Com destaque para as Mitsubishi L200 e outros veículos importados, alguns vindos da África do Sul, com tecnologia de ponta.
Nos UTVs, uma das sensações é Reinaldo Varela. O experiente piloto paulista tem no currículo o título de campeão do Rali Dakar, o mais duro e disputado do planeta.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;