Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Doria diz que 'quem perdeu foi Brasil' com rejeição de expulsão de Aécio do PSDB



21/08/2019 | 22:10


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), condenou a decisão da Executiva Nacional do PSDB de rejeitar a expulsão do deputado Aécio Neves (PSDB-MG) do partido. "Respeito a votação, mas ela não reflete o sentimento da opinião pública brasileira. Cada membro da Executiva deve responder por sua posição. A minha é clara: Aécio Neves deve se afastar do PSDB e fazer sua defesa fora do partido. O derrotado neste caso não foi quem defendeu o afastamento de Aécio. Quem perdeu foi o Brasil", disse Doria em nota.

O presidente do diretório estadual do PSDB, Marco Vinholi, também emitiu nota condenando a decisão. "A decisão da Executiva Nacional de arquivar a representação contra o deputado Aécio Neves não representa uma derrota de São Paulo, muito menos do governador João Doria ou do prefeito de São Paulo, Bruno Covas. É, isto sim, uma derrota do PSDB, que optou por ficar do lado errado da história. Mantemos nossa posição de trabalhar pela construção de um partido firme, ético e que represente os anseios do povo brasileiro", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Doria diz que 'quem perdeu foi Brasil' com rejeição de expulsão de Aécio do PSDB


21/08/2019 | 22:10


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), condenou a decisão da Executiva Nacional do PSDB de rejeitar a expulsão do deputado Aécio Neves (PSDB-MG) do partido. "Respeito a votação, mas ela não reflete o sentimento da opinião pública brasileira. Cada membro da Executiva deve responder por sua posição. A minha é clara: Aécio Neves deve se afastar do PSDB e fazer sua defesa fora do partido. O derrotado neste caso não foi quem defendeu o afastamento de Aécio. Quem perdeu foi o Brasil", disse Doria em nota.

O presidente do diretório estadual do PSDB, Marco Vinholi, também emitiu nota condenando a decisão. "A decisão da Executiva Nacional de arquivar a representação contra o deputado Aécio Neves não representa uma derrota de São Paulo, muito menos do governador João Doria ou do prefeito de São Paulo, Bruno Covas. É, isto sim, uma derrota do PSDB, que optou por ficar do lado errado da história. Mantemos nossa posição de trabalhar pela construção de um partido firme, ético e que represente os anseios do povo brasileiro", disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;