Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

João Menezes vence na estreia e Rogerinho cai no quali do US Open



20/08/2019 | 20:37


No embalo da medalha de ouro conquistada no Pan de Lima, João Menezes venceu nesta terça-feira em sua estreia no qualifying do US Open. O tenista mineiro, de 22 anos, fez sua primeira participação como profissional num torneio de Grand Slam, em Nova York, e não decepcionou: venceu o eslovaco Filip Horansky por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/1 e 6/2.

Como aconteceu em alguns jogos nos Jogos Pan-Americanos, Menezes obteve a vitória de virada. Ele chegou a vencer nove games seguidos entre o segundo e o terceiro sets. O brasileiro só embalou na segunda parcial, após fazer um nervoso início de partida. Ele terminou a partida com quatro quebras de saque, contra apenas uma do rival, 189º do mundo.

Menezes, atual 210º do ranking, sua melhor posição na carreira até agora, vive grande momento no circuito. Neste ano, ele faturou o seu primeiro título de Challenger de Samarkand, no Usbequistão, em maio. E, logo após faturar o ouro em Lima, recebeu sua primeira convocação para defender o Brasil na Copa Davis.

Com a confiança em alta, ele enfrentará na segunda rodada o canadense Peter Polansky. Menezes precisa de mais duas vitórias para furar o quali e entrar na chave principal do US Open, no que seria sua primeira participação numa chave de Grand Slam na carreira.

Polansky foi o algoz de outro brasileiro no quali. O tenista número 192 do ranking eliminou Rogério Dutra Silva também por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/4. Rogerinho, atual 200º do mundo e número dois do Brasil, obteve três quebras no jogo, mas sofreu quatro.

O brasileiro tentava disputar a chave principal do último Grand Slam da temporada pela sexta vez, tentando repetir 2011 e 2013, quando venceu suas três partidas no quali e entrou na chave.

Com a queda precoce de Rogerinho, o Brasil conta apenas com Menezes no quali. Thiago Monteiro já está garantido na chave principal, por conta do seu ranking. No feminino, o País não terá representantes porque Beatriz Haddad Maia cumpre suspensão provisória por doping.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

João Menezes vence na estreia e Rogerinho cai no quali do US Open


20/08/2019 | 20:37


No embalo da medalha de ouro conquistada no Pan de Lima, João Menezes venceu nesta terça-feira em sua estreia no qualifying do US Open. O tenista mineiro, de 22 anos, fez sua primeira participação como profissional num torneio de Grand Slam, em Nova York, e não decepcionou: venceu o eslovaco Filip Horansky por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/1 e 6/2.

Como aconteceu em alguns jogos nos Jogos Pan-Americanos, Menezes obteve a vitória de virada. Ele chegou a vencer nove games seguidos entre o segundo e o terceiro sets. O brasileiro só embalou na segunda parcial, após fazer um nervoso início de partida. Ele terminou a partida com quatro quebras de saque, contra apenas uma do rival, 189º do mundo.

Menezes, atual 210º do ranking, sua melhor posição na carreira até agora, vive grande momento no circuito. Neste ano, ele faturou o seu primeiro título de Challenger de Samarkand, no Usbequistão, em maio. E, logo após faturar o ouro em Lima, recebeu sua primeira convocação para defender o Brasil na Copa Davis.

Com a confiança em alta, ele enfrentará na segunda rodada o canadense Peter Polansky. Menezes precisa de mais duas vitórias para furar o quali e entrar na chave principal do US Open, no que seria sua primeira participação numa chave de Grand Slam na carreira.

Polansky foi o algoz de outro brasileiro no quali. O tenista número 192 do ranking eliminou Rogério Dutra Silva também por 2 sets a 1, com parciais de 6/3, 3/6 e 6/4. Rogerinho, atual 200º do mundo e número dois do Brasil, obteve três quebras no jogo, mas sofreu quatro.

O brasileiro tentava disputar a chave principal do último Grand Slam da temporada pela sexta vez, tentando repetir 2011 e 2013, quando venceu suas três partidas no quali e entrou na chave.

Com a queda precoce de Rogerinho, o Brasil conta apenas com Menezes no quali. Thiago Monteiro já está garantido na chave principal, por conta do seu ranking. No feminino, o País não terá representantes porque Beatriz Haddad Maia cumpre suspensão provisória por doping.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;