Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Atrações lembram obra de Raul Seixas

Banco de Dados/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Morte do icônico artista baiano faz 30 anos hoje e motiva bate-papo e show especial


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

21/08/2019 | 07:43


O maior maluco beleza da cultura brasileira continua no imaginário coletivo. Dono de criatividade ímpar capaz de fazer canções como Metamorfose Ambulante, Gita, Sociedade Alternativa, Cowboy Fora-da-Lei, Medo da Chuva, Tente Outra Vez e Eu Nasci há Dez Mil Anos Atrás, o cantor e compositor Raul Seixas (1945-1989) volta à memória do público hoje, quando se completam três décadas de sua morte, aos 44 anos, causada por ataque cardíaco – motivado por complicações de alcoolismo e saúde agravada por diabete.

Sua carreira teve passagem pelo Grande ABC, em dezembro de 1988. Na ocasião, subiu ao palco do Clube Atlético Aramaçan, em Santo André. Mesmo doente, comandou o show e ainda é lembrado por fãs da região.

O legado do icônico artista baiano é tema de evento amanhã à noite, a partir das 20h, com debate promovido pela Casa do Saber (Rua Dr. Mario Ferraz, 414), em São Paulo. Trata-se de lançamento do livro 30 Anos Sem Raul Seixas: O Raul Que Me Contaram – A História do Maluco Beleza Revisitada Por Um Programa de TV (Editora Martin Claret, 451 páginas, R$ 49,90, em média), com o autor e jornalista Tiago Bittencourt e o crítico musical Sérgio Martins conversando sobre o tema e a publicação. Apesar de o encontro ser gratuito para os visitantes, é necessário realizar inscrição prévia no site do espaço cultural (www.casadosaber.com.br).

A produção do cantor também serve de trilha sonora na noite de sexta-feira, às 20h, para o show O Maluco Sou Eu – 30 Anos de Raul Seixas, no Sesc São Caetano (Rua Piauí, 554). Banda viaja por alguns de seus maiores sucessos em lembrança especial. O compromisso faz parte da lista de atrações do projeto Cena Aberta, aberto à diversidade de linguagens como circo, dança, literatura, música e teatro. Com entrada gratuita, os ingressos são limitados e serão distribuídos uma hora antes na central de atendimento da unidade. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atrações lembram obra de Raul Seixas

Morte do icônico artista baiano faz 30 anos hoje e motiva bate-papo e show especial

Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

21/08/2019 | 07:43


O maior maluco beleza da cultura brasileira continua no imaginário coletivo. Dono de criatividade ímpar capaz de fazer canções como Metamorfose Ambulante, Gita, Sociedade Alternativa, Cowboy Fora-da-Lei, Medo da Chuva, Tente Outra Vez e Eu Nasci há Dez Mil Anos Atrás, o cantor e compositor Raul Seixas (1945-1989) volta à memória do público hoje, quando se completam três décadas de sua morte, aos 44 anos, causada por ataque cardíaco – motivado por complicações de alcoolismo e saúde agravada por diabete.

Sua carreira teve passagem pelo Grande ABC, em dezembro de 1988. Na ocasião, subiu ao palco do Clube Atlético Aramaçan, em Santo André. Mesmo doente, comandou o show e ainda é lembrado por fãs da região.

O legado do icônico artista baiano é tema de evento amanhã à noite, a partir das 20h, com debate promovido pela Casa do Saber (Rua Dr. Mario Ferraz, 414), em São Paulo. Trata-se de lançamento do livro 30 Anos Sem Raul Seixas: O Raul Que Me Contaram – A História do Maluco Beleza Revisitada Por Um Programa de TV (Editora Martin Claret, 451 páginas, R$ 49,90, em média), com o autor e jornalista Tiago Bittencourt e o crítico musical Sérgio Martins conversando sobre o tema e a publicação. Apesar de o encontro ser gratuito para os visitantes, é necessário realizar inscrição prévia no site do espaço cultural (www.casadosaber.com.br).

A produção do cantor também serve de trilha sonora na noite de sexta-feira, às 20h, para o show O Maluco Sou Eu – 30 Anos de Raul Seixas, no Sesc São Caetano (Rua Piauí, 554). Banda viaja por alguns de seus maiores sucessos em lembrança especial. O compromisso faz parte da lista de atrações do projeto Cena Aberta, aberto à diversidade de linguagens como circo, dança, literatura, música e teatro. Com entrada gratuita, os ingressos são limitados e serão distribuídos uma hora antes na central de atendimento da unidade. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;