Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Manchester United e jogadores repudiam racismo contra Pogba por pênalti perdido

Reprodução/Instragram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


20/08/2019 | 11:44


Um pênalti perdido no empate do Manchester United por 1 a 1 contra o Wolverhampton, na segunda-feira, em confronto pela segunda rodada do Campeonato Inglês, causou mais um ato de racismo no futebol. O meia francês Paul Pogba foi alvo de insultos racistas nas redes sociais, depois de desperdiçar a chance de colocar o time de Manchester na frente no placar. Nesta terça foi defendido pelos seus companheiros e pela direção do clube.

O atacante Marcus Rashford e o zagueiro Harry Maguire foram alguns dos colegas de Manchester United que pediram um basta no racismo na Inglaterra. "Chega! Isso precisa parar o Twitter", escreveu Rashford. "O Manchester United é uma família. Paul Pogba faz grande parte dessa família. Você o ataca e nos ataca a todos", completou.

"Repugnante. A mídia social precisa fazer algo sobre isso... Toda conta aberta deve ser verificada por um passaporte/carta de condução. Pare com esses ''trolls'' patéticos fazendo inúmeras contas para abusar das pessoas", comentou Maguire.

Em um comunicado oficial, a direção do Manchester United disse que "está revoltado com o abuso racial contra Paul Pogba" e que condena totalmente os atos. Além disso, o clube prometeu trabalhar para identificar os poucos envolvidos nesses incidentes e que tomará o curso de ação mais forte disponível.

"Os indivíduos que expressaram estes pontos de vista não representam os valores do nosso grande clube e é encorajador ver a vasta maioria dos nossos torcedores a condenar esta situação nas redes sociais. O Manchester United tem tolerância zero para com qualquer forma de racismo ou discriminação, e um compromisso de longo prazo em lutar contra isso através da iniciativa #AllRedAllEqual. Iremos trabalhar para identificar os poucos envolvidos nestes incidentes e tomar as mais duras medidas ao nosso alcance. Também encorajamos as empresas de redes sociais a tomar medidas", disse o comunicado.

O nome de Pogba é especulado em uma possível negociação com o Real Madrid. Alvo claro e público por parte do clube espanhol, o francês é tido como um sonho do técnico Zinedine Zidane. Mas, antes mesmo do jogo contra o Wolverhampton, o técnico do Manchester United, o norueguês Ole Gunnar Soljskaer disse que o jogador não deixará o clube de forma alguma e que conta com ele para a temporada.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Manchester United e jogadores repudiam racismo contra Pogba por pênalti perdido


20/08/2019 | 11:44


Um pênalti perdido no empate do Manchester United por 1 a 1 contra o Wolverhampton, na segunda-feira, em confronto pela segunda rodada do Campeonato Inglês, causou mais um ato de racismo no futebol. O meia francês Paul Pogba foi alvo de insultos racistas nas redes sociais, depois de desperdiçar a chance de colocar o time de Manchester na frente no placar. Nesta terça foi defendido pelos seus companheiros e pela direção do clube.

O atacante Marcus Rashford e o zagueiro Harry Maguire foram alguns dos colegas de Manchester United que pediram um basta no racismo na Inglaterra. "Chega! Isso precisa parar o Twitter", escreveu Rashford. "O Manchester United é uma família. Paul Pogba faz grande parte dessa família. Você o ataca e nos ataca a todos", completou.

"Repugnante. A mídia social precisa fazer algo sobre isso... Toda conta aberta deve ser verificada por um passaporte/carta de condução. Pare com esses ''trolls'' patéticos fazendo inúmeras contas para abusar das pessoas", comentou Maguire.

Em um comunicado oficial, a direção do Manchester United disse que "está revoltado com o abuso racial contra Paul Pogba" e que condena totalmente os atos. Além disso, o clube prometeu trabalhar para identificar os poucos envolvidos nesses incidentes e que tomará o curso de ação mais forte disponível.

"Os indivíduos que expressaram estes pontos de vista não representam os valores do nosso grande clube e é encorajador ver a vasta maioria dos nossos torcedores a condenar esta situação nas redes sociais. O Manchester United tem tolerância zero para com qualquer forma de racismo ou discriminação, e um compromisso de longo prazo em lutar contra isso através da iniciativa #AllRedAllEqual. Iremos trabalhar para identificar os poucos envolvidos nestes incidentes e tomar as mais duras medidas ao nosso alcance. Também encorajamos as empresas de redes sociais a tomar medidas", disse o comunicado.

O nome de Pogba é especulado em uma possível negociação com o Real Madrid. Alvo claro e público por parte do clube espanhol, o francês é tido como um sonho do técnico Zinedine Zidane. Mas, antes mesmo do jogo contra o Wolverhampton, o técnico do Manchester United, o norueguês Ole Gunnar Soljskaer disse que o jogador não deixará o clube de forma alguma e que conta com ele para a temporada.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;