Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Destaques do mercado de trabalho


Maria Sartori

20/08/2019 | 07:00


Ao longo do ano, a Robert Half realiza diversas pesquisas para mapear o mercado de trabalho com base na percepção de profissionais e líderes em geral. Entre esses estudos está o Índice de Confiança Robert Half e o tradicional Guia Salarial, além de questionamentos a diretores-gerais, de RH, de tecnologia e financeiros. Fiz um levantamento dos materiais mais recentes e extrai deles cinco insights interessantes que podem te orientar na tomada de decisões na carreira. São eles:

1 – LGPD vai elevar contratações
Em agosto de 2020 entra em vigor no Brasil a Lei Geral de Proteção de Dados (13.709/2018), que estabelece regras rígidas quanto à coleta, ao armazenamento e ao tratamento de dados dos cidadãos por parte de pessoas físicas ou jurídicas. De acordo com estudos da Robert Half, é esperado que a LGPD aqueça o mercado para analistas de negócios, encarregado de proteção de dados, gerentes de projetos e profissionais de conformidade (compliance).

2 – Habilidade mais demandadas em decorrência da LGPD
Mais de 90% dos líderes de tecnologia entrevistados pela Robert Half afirmaram ter intenção de contratar profissionais em virtude da LGPD. Para eles, neste momento, a habilidade mais valorizadas é ter profundo conhecimento do regulamento e da conformidade, além de possuir pensamento estratégico, visão analítica, capacidade de gerenciar projetos e boa comunicação.

3 – Desemprego é menor entre profissionais qualificados
De acordo com dados do ICRH (Índice de Confiança Robert Half), historicamente a taxa de desemprego entre profissionais com mais de 25 anos e formação superior completa é significativamente menor em relação à média geral. No primeiro trimestre de 2019, por exemplo, o índice de desemprego entre os qualificados era de 6,1%, contra 12,7% dos demais profissionais. Então, tenha o conhecimento como seu diferencial diante da concorrência.

4 – Atuação em projetos é positiva para o currículo
O mercado tem valorizado cada vez mais os profissionais que atuam em projetos especializados, com metas a serem cumpridas e data para início e término da ação. Entre os profissionais que já atuaram neste modelo de trabalho, em cargos que vão de analistas a diretores, 86% avaliam a experiência como positiva para o currículo, principalmente pelos benefícios de adquirir experiência, fortalecer o networking e usufruir de mais flexibilidade.

5 – Não há tolerância para mentira em currículo
O principal motivo que faz com que o recrutador descarte o candidato já na primeira entrevista é perceber que ele mentiu no currículo. Outras falhas responsáveis por eliminar profissionais do processo seletivo são a falta de aderência à cultura ou clima da empresa; desinteresse pela vaga; falar mal do emprego ou empregador anterior; falta de preparo para a entrevista; e não saber ouvir. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Destaques do mercado de trabalho

Maria Sartori

20/08/2019 | 07:00


Ao longo do ano, a Robert Half realiza diversas pesquisas para mapear o mercado de trabalho com base na percepção de profissionais e líderes em geral. Entre esses estudos está o Índice de Confiança Robert Half e o tradicional Guia Salarial, além de questionamentos a diretores-gerais, de RH, de tecnologia e financeiros. Fiz um levantamento dos materiais mais recentes e extrai deles cinco insights interessantes que podem te orientar na tomada de decisões na carreira. São eles:

1 – LGPD vai elevar contratações
Em agosto de 2020 entra em vigor no Brasil a Lei Geral de Proteção de Dados (13.709/2018), que estabelece regras rígidas quanto à coleta, ao armazenamento e ao tratamento de dados dos cidadãos por parte de pessoas físicas ou jurídicas. De acordo com estudos da Robert Half, é esperado que a LGPD aqueça o mercado para analistas de negócios, encarregado de proteção de dados, gerentes de projetos e profissionais de conformidade (compliance).

2 – Habilidade mais demandadas em decorrência da LGPD
Mais de 90% dos líderes de tecnologia entrevistados pela Robert Half afirmaram ter intenção de contratar profissionais em virtude da LGPD. Para eles, neste momento, a habilidade mais valorizadas é ter profundo conhecimento do regulamento e da conformidade, além de possuir pensamento estratégico, visão analítica, capacidade de gerenciar projetos e boa comunicação.

3 – Desemprego é menor entre profissionais qualificados
De acordo com dados do ICRH (Índice de Confiança Robert Half), historicamente a taxa de desemprego entre profissionais com mais de 25 anos e formação superior completa é significativamente menor em relação à média geral. No primeiro trimestre de 2019, por exemplo, o índice de desemprego entre os qualificados era de 6,1%, contra 12,7% dos demais profissionais. Então, tenha o conhecimento como seu diferencial diante da concorrência.

4 – Atuação em projetos é positiva para o currículo
O mercado tem valorizado cada vez mais os profissionais que atuam em projetos especializados, com metas a serem cumpridas e data para início e término da ação. Entre os profissionais que já atuaram neste modelo de trabalho, em cargos que vão de analistas a diretores, 86% avaliam a experiência como positiva para o currículo, principalmente pelos benefícios de adquirir experiência, fortalecer o networking e usufruir de mais flexibilidade.

5 – Não há tolerância para mentira em currículo
O principal motivo que faz com que o recrutador descarte o candidato já na primeira entrevista é perceber que ele mentiu no currículo. Outras falhas responsáveis por eliminar profissionais do processo seletivo são a falta de aderência à cultura ou clima da empresa; desinteresse pela vaga; falar mal do emprego ou empregador anterior; falta de preparo para a entrevista; e não saber ouvir. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;