Fechar
Publicidade

Domingo, 22 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Depois de acidentes e tempestade, Power vence a etapa de Pocono da Fórmula Indy



18/08/2019 | 21:23


Piloto australiano da Penske, Will Power acertou a estratégia e teve sorte para triunfar na etapa de Pocono da Fórmula Indy neste domingo. Com muitos acidentes, a prova de 500 milhas foi interrompida por uma tempestade no final.

A forte chuva se aproximou do circuito quando os pilotos completavam a 127ª volta. A direção de prova decidiu encerrar a disputa por precaução. Antes, porém, Power venceu uma bela disputa com o neozelandês Scott Dixon, que terminou em segundo com a Chip Ganassi.

Campeão da Indy em 2004 e vencedor das 500 Milhas de Indianápolis de 2013, O brasileiro Tony Kanaan conseguiu grande resultado e terminou em oitavo com o limitado carro da AJ Foyt. Seu companheiro e conterrâneo Matheus Leist, de apenas 20 anos, ficou em 14º.

Vencedor das 500 Milhas de Indianápolis, o francês Simon Pagenaud, da Penske, completou o pódio neste domingo. O novato norte-americano Santino Ferrucci, da Dale Coyne, terminou em quarto, à frente do compatriota Josef Newgarden, também da Penske.

Com o resultado, Newgarden segue como líder isolado da temporada, com 535 pontos. Com 500, o segundo colocado Alexander Rossi, norte-americano da Andretti, abandonou a prova após incidente polêmico na primeira volta.

Em manobra controversa, Takuma Sato, japonês da Rahal Letterman Lanigan, tentou se aproveitar do vácuo de Dixon e acabou tocando Rossi. Este foi empurrado sobre Ryan Hunter-Reay, seu companheiro e conterrâneo na Andretti, que também tentava a ultrapassagem. Em meio ao drama no começo da prova, o novato sueco Felix Rosenqvist, da Chip Ganassi, e o canadense James Hinchcliffe, da Arrow Schmidt Peterson, também foram atingidos e tiveram de abandonar.

A confusão ocasionou a interrupção da corrida, já que a barreira de proteção precisou ser reparada após os impactos de Sato, Rossi e Hunter-Reay. Momentos antes da bandeira vermelha, Power havia feito um pit stop antecipado, o que mais tarde lhe rendeu a vitória. Após o reinício da prova, os norte-americanos Spencer Pigot e Colton Herta, das equipes Ed Carpenter e da Harding, respectivamente, também bateram seus carros, causando duas bandeiras amarelas.

Perto da centésima volta, a vantagem de Power começou a ficar mais clara e o australiano passou a pressionar Dixon, que não pôde resistir aos ataques do piloto da Penske e perdeu a liderança. No 127º giro, a direção de prova percebeu que era uma questão de tempo para uma tempestade cair sobre o circuito. Decidiu-se então, por nova interrupção, já que o mau tempo não permitiria o uso do helicóptero de resgate em caso de necessidade.

Depois de mais de 20 minutos da paralisação da corrida, os organizadores decidiram decretar oficialmente o fim das 500 milhas de Pocono, dando a Power sua primeira vitória em 2019. A etapa seguinte da Fórmula Indy acontece no próximo sábado, em Gateway.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Depois de acidentes e tempestade, Power vence a etapa de Pocono da Fórmula Indy


18/08/2019 | 21:23


Piloto australiano da Penske, Will Power acertou a estratégia e teve sorte para triunfar na etapa de Pocono da Fórmula Indy neste domingo. Com muitos acidentes, a prova de 500 milhas foi interrompida por uma tempestade no final.

A forte chuva se aproximou do circuito quando os pilotos completavam a 127ª volta. A direção de prova decidiu encerrar a disputa por precaução. Antes, porém, Power venceu uma bela disputa com o neozelandês Scott Dixon, que terminou em segundo com a Chip Ganassi.

Campeão da Indy em 2004 e vencedor das 500 Milhas de Indianápolis de 2013, O brasileiro Tony Kanaan conseguiu grande resultado e terminou em oitavo com o limitado carro da AJ Foyt. Seu companheiro e conterrâneo Matheus Leist, de apenas 20 anos, ficou em 14º.

Vencedor das 500 Milhas de Indianápolis, o francês Simon Pagenaud, da Penske, completou o pódio neste domingo. O novato norte-americano Santino Ferrucci, da Dale Coyne, terminou em quarto, à frente do compatriota Josef Newgarden, também da Penske.

Com o resultado, Newgarden segue como líder isolado da temporada, com 535 pontos. Com 500, o segundo colocado Alexander Rossi, norte-americano da Andretti, abandonou a prova após incidente polêmico na primeira volta.

Em manobra controversa, Takuma Sato, japonês da Rahal Letterman Lanigan, tentou se aproveitar do vácuo de Dixon e acabou tocando Rossi. Este foi empurrado sobre Ryan Hunter-Reay, seu companheiro e conterrâneo na Andretti, que também tentava a ultrapassagem. Em meio ao drama no começo da prova, o novato sueco Felix Rosenqvist, da Chip Ganassi, e o canadense James Hinchcliffe, da Arrow Schmidt Peterson, também foram atingidos e tiveram de abandonar.

A confusão ocasionou a interrupção da corrida, já que a barreira de proteção precisou ser reparada após os impactos de Sato, Rossi e Hunter-Reay. Momentos antes da bandeira vermelha, Power havia feito um pit stop antecipado, o que mais tarde lhe rendeu a vitória. Após o reinício da prova, os norte-americanos Spencer Pigot e Colton Herta, das equipes Ed Carpenter e da Harding, respectivamente, também bateram seus carros, causando duas bandeiras amarelas.

Perto da centésima volta, a vantagem de Power começou a ficar mais clara e o australiano passou a pressionar Dixon, que não pôde resistir aos ataques do piloto da Penske e perdeu a liderança. No 127º giro, a direção de prova percebeu que era uma questão de tempo para uma tempestade cair sobre o circuito. Decidiu-se então, por nova interrupção, já que o mau tempo não permitiria o uso do helicóptero de resgate em caso de necessidade.

Depois de mais de 20 minutos da paralisação da corrida, os organizadores decidiram decretar oficialmente o fim das 500 milhas de Pocono, dando a Power sua primeira vitória em 2019. A etapa seguinte da Fórmula Indy acontece no próximo sábado, em Gateway.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;