Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Cruzeiro confirma 40 mil ingressos vendidos para a estreia de Ceni no Mineirão



17/08/2019 | 19:35


Depois de três anos e quatro títulos no comando do Cruzeiro, o técnico Mano Menezes foi demitido na semana passada e deu lugar a Rogério Ceni na equipe celeste de Belo Horizonte. O ex-goleiro fará sua estreia à frente do time mineiro neste domingo, às 16 horas, no estádio do Mineirão, diante do Santos, líder do Campeonato Brasileiro, que chega à sua 15ª rodada neste fim de semana.

O Cruzeiro contará com grande apoio da torcida no debute do seu novo treinador. O clube informou, no final da noite deste sábado, por meio de sua página no Twitter, que 40 mil ingressos já foram vendidos para o jogo contra a equipe paulista.

A partida, aliás, coloca Ceni em oposição a um de seus professores. Depois de se aposentar no São Paulo no fim de 2015, o ex-goleiro aproveitou o ano seguinte para intensificar a preparação para se tornar treinador. Durante temporada de estudos na Europa, o novo técnico do Cruzeiro acompanhou a rotina de trabalho do atual comandante santista, Jorge Sampaoli, que estava à frente do Sevilla, da Espanha.

Na época, Ceni admitiu, em entrevista ao site do clube andaluz, que admirava o treinador argentino: "Sempre gostei do estilo de jogo de suas equipes, agressivo e ofensivo o tempo todo. No futebol moderno, ele é um dos melhores, assim como Pep Guardiola, Jürgen Klopp".

O respeito pelo trabalho de Sampaoli segue até hoje. Em sua apresentação na Toca da Raposa, na terça-feira, o técnico cruzeirense voltou a elogiar o colega argentino, ao qual atribuiu méritos pelo bom momento vivido pelo Santos.

"Acho que ele é um técnico acima da média, fora da curva. Merecedor de todo sucesso que tem aqui. Há três anos, fui a Sevilla e assisti a uma semana de trabalho dele. Não é difícil compreender o porquê de o Santos jogar dessa maneira no Campeonato Brasileiro. É uma das equipes mais organizadas, mais difíceis de serem vencidas", disse Ceni.

O argentino retribuiu as palavras do ex-goleiro, a quem dedicou elogios durante entrevista coletiva no Santos, na sexta-feira: "Ceni foi ver treinos no Sevilla. Queria começar logo a carreira. Tinha ideias novas e boas intenções. Agradou muito que alguém tão representativo me visse trabalhar. Estou feliz por enfrentá-lo agora".

Sampaoli também destacou o trabalho de Ceni à frente do Fortaleza, à frente do qual o ex-goleiro foi campeão da Série B, em 2018, e do Cearense e da Copa do Nordeste, na atual temporada.

"Ele fez grandes coisas em Fortaleza, sustentou muita coisa além do resultado. Tem convicções claras. O valorizo como pessoa e profissional. Tomara que tenhamos um grande jogo", completou o comandante santista.

Ceni não confirmou a equipe titular para o confronto deste domingo, mas o Cruzeiro deve ir a campo com: Fábio; Orejuela, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral, Robinho (Marquinhos Gabriel) e Thiago Neves; Pedro Rocha e Sassá.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cruzeiro confirma 40 mil ingressos vendidos para a estreia de Ceni no Mineirão


17/08/2019 | 19:35


Depois de três anos e quatro títulos no comando do Cruzeiro, o técnico Mano Menezes foi demitido na semana passada e deu lugar a Rogério Ceni na equipe celeste de Belo Horizonte. O ex-goleiro fará sua estreia à frente do time mineiro neste domingo, às 16 horas, no estádio do Mineirão, diante do Santos, líder do Campeonato Brasileiro, que chega à sua 15ª rodada neste fim de semana.

O Cruzeiro contará com grande apoio da torcida no debute do seu novo treinador. O clube informou, no final da noite deste sábado, por meio de sua página no Twitter, que 40 mil ingressos já foram vendidos para o jogo contra a equipe paulista.

A partida, aliás, coloca Ceni em oposição a um de seus professores. Depois de se aposentar no São Paulo no fim de 2015, o ex-goleiro aproveitou o ano seguinte para intensificar a preparação para se tornar treinador. Durante temporada de estudos na Europa, o novo técnico do Cruzeiro acompanhou a rotina de trabalho do atual comandante santista, Jorge Sampaoli, que estava à frente do Sevilla, da Espanha.

Na época, Ceni admitiu, em entrevista ao site do clube andaluz, que admirava o treinador argentino: "Sempre gostei do estilo de jogo de suas equipes, agressivo e ofensivo o tempo todo. No futebol moderno, ele é um dos melhores, assim como Pep Guardiola, Jürgen Klopp".

O respeito pelo trabalho de Sampaoli segue até hoje. Em sua apresentação na Toca da Raposa, na terça-feira, o técnico cruzeirense voltou a elogiar o colega argentino, ao qual atribuiu méritos pelo bom momento vivido pelo Santos.

"Acho que ele é um técnico acima da média, fora da curva. Merecedor de todo sucesso que tem aqui. Há três anos, fui a Sevilla e assisti a uma semana de trabalho dele. Não é difícil compreender o porquê de o Santos jogar dessa maneira no Campeonato Brasileiro. É uma das equipes mais organizadas, mais difíceis de serem vencidas", disse Ceni.

O argentino retribuiu as palavras do ex-goleiro, a quem dedicou elogios durante entrevista coletiva no Santos, na sexta-feira: "Ceni foi ver treinos no Sevilla. Queria começar logo a carreira. Tinha ideias novas e boas intenções. Agradou muito que alguém tão representativo me visse trabalhar. Estou feliz por enfrentá-lo agora".

Sampaoli também destacou o trabalho de Ceni à frente do Fortaleza, à frente do qual o ex-goleiro foi campeão da Série B, em 2018, e do Cearense e da Copa do Nordeste, na atual temporada.

"Ele fez grandes coisas em Fortaleza, sustentou muita coisa além do resultado. Tem convicções claras. O valorizo como pessoa e profissional. Tomara que tenhamos um grande jogo", completou o comandante santista.

Ceni não confirmou a equipe titular para o confronto deste domingo, mas o Cruzeiro deve ir a campo com: Fábio; Orejuela, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Ariel Cabral, Robinho (Marquinhos Gabriel) e Thiago Neves; Pedro Rocha e Sassá.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;