Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Líder comunitário é morto na frente de sua casa

Reprodução/R7 Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Amarelo foi atingido por seis tiros; polícia suspeita de execução


Do Dgabc.com.br

17/08/2019 | 11:43


O líder comunitário de Santo André José Douglas Oliveira Silva, 24 anos, conhecido como Amarelo, foi assassinado em frente à sua casa, na Rua João Bolognese, Jardim Ipanema, na última quinta-feira (15). Ele era conhecido pela atuação na comunidade em uma ONG do setor de habitação. Segundo vizinhos, ele seria candidato a vereador no ano que vem.

De acordo com a Polícia, a principal suspeita é de que Amarelo tenha sido vítima de execução, já que os criminosos dispararam seis vezes contra o líder comunitário, que estava manobrando seu veículo no momento do crime.

Câmeras de segurança da rua registraram quando dois suspeitos, em moto, se dirigiram à frente da casa. Silva chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Outras câmeras em frente ao local  teriam captado toda a ação, entretanto, a família não quis divulgar as imagens.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Líder comunitário é morto na frente de sua casa

Amarelo foi atingido por seis tiros; polícia suspeita de execução

Do Dgabc.com.br

17/08/2019 | 11:43


O líder comunitário de Santo André José Douglas Oliveira Silva, 24 anos, conhecido como Amarelo, foi assassinado em frente à sua casa, na Rua João Bolognese, Jardim Ipanema, na última quinta-feira (15). Ele era conhecido pela atuação na comunidade em uma ONG do setor de habitação. Segundo vizinhos, ele seria candidato a vereador no ano que vem.

De acordo com a Polícia, a principal suspeita é de que Amarelo tenha sido vítima de execução, já que os criminosos dispararam seis vezes contra o líder comunitário, que estava manobrando seu veículo no momento do crime.

Câmeras de segurança da rua registraram quando dois suspeitos, em moto, se dirigiram à frente da casa. Silva chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Outras câmeras em frente ao local  teriam captado toda a ação, entretanto, a família não quis divulgar as imagens.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;