Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Coreia do Norte diz ter realizado novo teste, sem especificar arma



16/08/2019 | 20:04


O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, supervisionou mais um teste com uma nova arma não especificada, segundo a Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA, na sigla em inglês). Esta é a sexta rodada de testes militares norte-coreanos desde julho.

O Exército da Coreia do Sul confirmou a informação, relatando que dois projéteis foram lançados a partir da costa leste da Coreia do Norte, que voaram cerca de 230 quilômetros e caíram no oceano entre a península coreana e o Japão.

A KCNA noticiou que Kim expressou "grande satisfação com as incríveis e misteriosas taxas de sucesso" dos testes e prometeu construir "forças militares invencíveis que ninguém ousará provocar". As demonstrações de armas são vistas como uma tentativa de pressionar Washington e Seul a retomar negociações nucleares. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Coreia do Norte diz ter realizado novo teste, sem especificar arma


16/08/2019 | 20:04


O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, supervisionou mais um teste com uma nova arma não especificada, segundo a Agência Central de Notícias da Coreia (KCNA, na sigla em inglês). Esta é a sexta rodada de testes militares norte-coreanos desde julho.

O Exército da Coreia do Sul confirmou a informação, relatando que dois projéteis foram lançados a partir da costa leste da Coreia do Norte, que voaram cerca de 230 quilômetros e caíram no oceano entre a península coreana e o Japão.

A KCNA noticiou que Kim expressou "grande satisfação com as incríveis e misteriosas taxas de sucesso" dos testes e prometeu construir "forças militares invencíveis que ninguém ousará provocar". As demonstrações de armas são vistas como uma tentativa de pressionar Washington e Seul a retomar negociações nucleares. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;