Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Atriz de Game of Thrones acusa serviço social do governo israelense de tráfico de crianças, entenda!



15/08/2019 | 15:10


A atriz inglesa Josephine Gillan - que participou de Game of Thrones - fez uma acusação grave em seu Twitter. Ela afirma que o serviço social do governo israelense levou sua bebê, de oito meses de idade - e está envolvido em tráfico de crianças.

Dia 7 de agosto, ela postou:

De partir o coração. Meu bebê sendo sequestrado no meio da noite pelo serviço social israelense. Eu não tenho ideia de onde ela está.

Gillan contou que a bebê dela estava morando com uma amiga, desde os cinco meses de idade, já que o serviço social israelense exigiu isso - enquanto ela se tratava de depressão pós-parto.

Depois que a bebê foi levada, ela afirmou que não teve contato com a pequena - e postou dizendo que o serviço social do país participava de tráfico de crianças.

Ao The Independent, oficiais da polícia e do serviço social israelense disseram que levaram a menina após uma ordem judicial, e que isso era o melhor para a criança no momento.

Gillan já havia virado notícia antes, quando revelou que, antes de atuar, trabalhava com prostituição.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atriz de Game of Thrones acusa serviço social do governo israelense de tráfico de crianças, entenda!


15/08/2019 | 15:10


A atriz inglesa Josephine Gillan - que participou de Game of Thrones - fez uma acusação grave em seu Twitter. Ela afirma que o serviço social do governo israelense levou sua bebê, de oito meses de idade - e está envolvido em tráfico de crianças.

Dia 7 de agosto, ela postou:

De partir o coração. Meu bebê sendo sequestrado no meio da noite pelo serviço social israelense. Eu não tenho ideia de onde ela está.

Gillan contou que a bebê dela estava morando com uma amiga, desde os cinco meses de idade, já que o serviço social israelense exigiu isso - enquanto ela se tratava de depressão pós-parto.

Depois que a bebê foi levada, ela afirmou que não teve contato com a pequena - e postou dizendo que o serviço social do país participava de tráfico de crianças.

Ao The Independent, oficiais da polícia e do serviço social israelense disseram que levaram a menina após uma ordem judicial, e que isso era o melhor para a criança no momento.

Gillan já havia virado notícia antes, quando revelou que, antes de atuar, trabalhava com prostituição.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;