Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Analistas melhoram levemente previsão para déficit primário do ano, mostra Prisma



15/08/2019 | 12:08


Analistas de mercado ouvidos pelo Ministério da Economia melhoraram levemente a previsão para o déficit fiscal deste ano. De acordo com o boletim Prisma Fiscal deste mês, divulgado nesta quinta-feira, 15, pela Secretaria de Política Econômica (SPE) da Pasta, a mediana das previsões para 2019 passou de um rombo de R$ 105,918 bilhões, previsto em julho, para um déficit de R$ 103,217 bilhões. O valor está abaixo da meta de 2019, que permite um déficit de R$ 139 bilhões.

Para 2020, os analistas reduziram a projeção de resultado negativo de R$ 76,153 bilhões para R$ 70 bilhões.

Após expectativa de crescimento menor da economia neste ano, o Prisma deste mês revisou levemente para baixo as previsões do mercado para a arrecadação das receitas federais em 2019, com a estimativa passando de R$ 1,559 trilhão para R$ 1,558 trilhão. Para 2020, a projeção para a arrecadação se manteve em R$ 1,673 trilhão.

A estimativa para a receita líquida do Governo Central neste ano passou de R$ 1,220 trilhão para R$ 1,224 trilhão, enquanto para o próximo ano passou de R$ 1,304 trilhão para R$ 1,306 trilhão.

Já pelo lado do gasto, a projeção de despesas totais do Governo Central este ano passou de R$ 1,415 trilhão para R$ 1,412 trilhão. Para 2020, a estimativa passou de R$ 1,478 trilhão para R$ 1,473 trilhão.

A mediana das projeções dos analistas do Prisma para a Dívida Bruta do Governo Geral ao fim de 2018 caiu levemente de 78,75 % do PIB para 78,50% do PIB. Para 2020, a estimativa, que estava em 80,20% do PIB, variou para 80,00% do PIB no relatório desta quinta.

Curto Prazo

O Prisma também trouxe as projeções fiscais para este mês piores do que as anteriores. A projeção para o mês de agosto é de déficit de R$ 18,693 bilhões ante previsão anterior de R$ 18,507 bilhões.

Para setembro, os analistas esperam um déficit de R$ 22,392 bilhões, ante R$ 22,916 bilhão previsto em julho. Para outubro, a projeção passou de superávit de R$ 8.828 bilhões para de R$ 9,509 bilhões.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Analistas melhoram levemente previsão para déficit primário do ano, mostra Prisma


15/08/2019 | 12:08


Analistas de mercado ouvidos pelo Ministério da Economia melhoraram levemente a previsão para o déficit fiscal deste ano. De acordo com o boletim Prisma Fiscal deste mês, divulgado nesta quinta-feira, 15, pela Secretaria de Política Econômica (SPE) da Pasta, a mediana das previsões para 2019 passou de um rombo de R$ 105,918 bilhões, previsto em julho, para um déficit de R$ 103,217 bilhões. O valor está abaixo da meta de 2019, que permite um déficit de R$ 139 bilhões.

Para 2020, os analistas reduziram a projeção de resultado negativo de R$ 76,153 bilhões para R$ 70 bilhões.

Após expectativa de crescimento menor da economia neste ano, o Prisma deste mês revisou levemente para baixo as previsões do mercado para a arrecadação das receitas federais em 2019, com a estimativa passando de R$ 1,559 trilhão para R$ 1,558 trilhão. Para 2020, a projeção para a arrecadação se manteve em R$ 1,673 trilhão.

A estimativa para a receita líquida do Governo Central neste ano passou de R$ 1,220 trilhão para R$ 1,224 trilhão, enquanto para o próximo ano passou de R$ 1,304 trilhão para R$ 1,306 trilhão.

Já pelo lado do gasto, a projeção de despesas totais do Governo Central este ano passou de R$ 1,415 trilhão para R$ 1,412 trilhão. Para 2020, a estimativa passou de R$ 1,478 trilhão para R$ 1,473 trilhão.

A mediana das projeções dos analistas do Prisma para a Dívida Bruta do Governo Geral ao fim de 2018 caiu levemente de 78,75 % do PIB para 78,50% do PIB. Para 2020, a estimativa, que estava em 80,20% do PIB, variou para 80,00% do PIB no relatório desta quinta.

Curto Prazo

O Prisma também trouxe as projeções fiscais para este mês piores do que as anteriores. A projeção para o mês de agosto é de déficit de R$ 18,693 bilhões ante previsão anterior de R$ 18,507 bilhões.

Para setembro, os analistas esperam um déficit de R$ 22,392 bilhões, ante R$ 22,916 bilhão previsto em julho. Para outubro, a projeção passou de superávit de R$ 8.828 bilhões para de R$ 9,509 bilhões.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;