Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Novo apresentará PL para resgatar pontos da MP da Liberdade Econômica



14/08/2019 | 19:19


O Partido Novo irá apresentar projeto de lei que visa proteger o patrimônio do empreendedor, como, por exemplo, em casos de falência da empresa, disse ao Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, o líder da sigla, Marcel Van Hattem. Essa previsão estava no projeto de conversão da Medida Provisória de Liberdade Econômica, mas acabou ficando de fora.

O texto-base da MP foi aprovado na terça-feira pelos deputados. O Novo tentou retomar o tema através dos destaques que estão sendo analisados nesta quarta-feira (14) pelo plenário, mas orientou pela rejeição da matéria para agilizar a votação.

"A preocupação é que passe do limite do patrimônio da empresa e passe a entrar no patrimônio do empreendedor eventual responsabilização", disse Van Hattem. Um dos artigos prevê que a pessoa jurídica não se confunde com os seus sócios, associados, instituidores ou administradores. Outro define que a autonomia patrimonial da pessoa jurídica só pode ser desconsiderada para impedir que a sua manipulação fraudulenta cause prejuízo à aplicação da lei ou a credor.

O projeto de lei também deve prever a possibilidade de sociedade limitada emitir debêntures em oferta privada - outro ponto que estava previsto no projeto de conversão da MP. A ideia é apresentar o projeto de lei ainda nesta semana.

"Nem sempre o empreendedor consegue acertar na primeira tentativa, eventualmente se o negócio dele vai mal, e ele tem um processo de falência, não podemos condenar o empreendedor para o resto de sua vida ficar pagando dívidas", disse o deputado Alexis Fonteyne (Novo-SP).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Novo apresentará PL para resgatar pontos da MP da Liberdade Econômica


14/08/2019 | 19:19


O Partido Novo irá apresentar projeto de lei que visa proteger o patrimônio do empreendedor, como, por exemplo, em casos de falência da empresa, disse ao Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, o líder da sigla, Marcel Van Hattem. Essa previsão estava no projeto de conversão da Medida Provisória de Liberdade Econômica, mas acabou ficando de fora.

O texto-base da MP foi aprovado na terça-feira pelos deputados. O Novo tentou retomar o tema através dos destaques que estão sendo analisados nesta quarta-feira (14) pelo plenário, mas orientou pela rejeição da matéria para agilizar a votação.

"A preocupação é que passe do limite do patrimônio da empresa e passe a entrar no patrimônio do empreendedor eventual responsabilização", disse Van Hattem. Um dos artigos prevê que a pessoa jurídica não se confunde com os seus sócios, associados, instituidores ou administradores. Outro define que a autonomia patrimonial da pessoa jurídica só pode ser desconsiderada para impedir que a sua manipulação fraudulenta cause prejuízo à aplicação da lei ou a credor.

O projeto de lei também deve prever a possibilidade de sociedade limitada emitir debêntures em oferta privada - outro ponto que estava previsto no projeto de conversão da MP. A ideia é apresentar o projeto de lei ainda nesta semana.

"Nem sempre o empreendedor consegue acertar na primeira tentativa, eventualmente se o negócio dele vai mal, e ele tem um processo de falência, não podemos condenar o empreendedor para o resto de sua vida ficar pagando dívidas", disse o deputado Alexis Fonteyne (Novo-SP).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;