Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Wallace é liberado e só voltará a jogar pela seleção de vôlei em 2020



14/08/2019 | 13:27


Após a conquista da vaga olímpica através de um torneio qualificatório encerrado no último domingo na Bulgária, a seleção brasileira masculina de vôlei mantém o foco nas competições que restam na temporada 2019, mas com uma ausência de peso: Wallace foi dispensado pelo técnico Renan Dal Zotto e só voltará a defender a equipe nacional em 2020.

Após conversas com o treinador, o oposto foi liberado para acompanhar de perto a reta final da gravidez da esposa, Mariana, e o nascimento da filha, Mia. De acordo com Renan, isso, inclusive, estava combinado antes mesmo da disputa do pré-olímpico.

"Tivemos uma conversa boa desde o início da temporada e já havíamos combinado que ele teria essa folga depois do Pré-Olímpico. É muito justo, e voltamos a contar com o Wallace no próximo ano", esclareceu o treinador.

Após a disputa do qualificatório olímpico, o elenco da seleção entrou em folga, com reapresentação prevista para a próxima segunda-feira no CT da CBV em Saquarema (RJ). Lá, a equipe vai se preparar para o Campeonato Sul-Americano, de 10 a 14 de setembro, no Chile, e a Copa do Mundo, de 1º a 15 de outubro, no Japão.

E Renan destacou que, mesmo com o principal objetivo do ano alcançado, a seleção vai encarar essas competições com seriedade e em busca de novas conquistas, embora tenha adiantado que não vai levar a força máxima ao Chile, mesmo ainda sem revelar quais jogadores serão poupados.

"Claro que o foco estava voltado para o Pré-Olímpico, mas ainda temos importantes compromissos pela frente. Vamos usar o grupo praticamente completo nos amistosos em casa e depois a programação é deixar alguns atletas de fora do Sul-Americano. Para a Copa do Mundo, teremos quase todos de volta e vamos em busca de finalizar a temporada com o título", explicou Renan.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Wallace é liberado e só voltará a jogar pela seleção de vôlei em 2020


14/08/2019 | 13:27


Após a conquista da vaga olímpica através de um torneio qualificatório encerrado no último domingo na Bulgária, a seleção brasileira masculina de vôlei mantém o foco nas competições que restam na temporada 2019, mas com uma ausência de peso: Wallace foi dispensado pelo técnico Renan Dal Zotto e só voltará a defender a equipe nacional em 2020.

Após conversas com o treinador, o oposto foi liberado para acompanhar de perto a reta final da gravidez da esposa, Mariana, e o nascimento da filha, Mia. De acordo com Renan, isso, inclusive, estava combinado antes mesmo da disputa do pré-olímpico.

"Tivemos uma conversa boa desde o início da temporada e já havíamos combinado que ele teria essa folga depois do Pré-Olímpico. É muito justo, e voltamos a contar com o Wallace no próximo ano", esclareceu o treinador.

Após a disputa do qualificatório olímpico, o elenco da seleção entrou em folga, com reapresentação prevista para a próxima segunda-feira no CT da CBV em Saquarema (RJ). Lá, a equipe vai se preparar para o Campeonato Sul-Americano, de 10 a 14 de setembro, no Chile, e a Copa do Mundo, de 1º a 15 de outubro, no Japão.

E Renan destacou que, mesmo com o principal objetivo do ano alcançado, a seleção vai encarar essas competições com seriedade e em busca de novas conquistas, embora tenha adiantado que não vai levar a força máxima ao Chile, mesmo ainda sem revelar quais jogadores serão poupados.

"Claro que o foco estava voltado para o Pré-Olímpico, mas ainda temos importantes compromissos pela frente. Vamos usar o grupo praticamente completo nos amistosos em casa e depois a programação é deixar alguns atletas de fora do Sul-Americano. Para a Copa do Mundo, teremos quase todos de volta e vamos em busca de finalizar a temporada com o título", explicou Renan.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;