Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Alaíde Damo revoga contrato com AMG, como determinou juiz

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Junior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

14/08/2019 | 07:31


A prefeita de Mauá, Alaíde Damo (MDB), decidiu revogar contrato emergencial que havia assinado com a OS (Organização Social) AMG (Associação Metropolitana de Gestão) para a gerência da saúde na cidade. A desistência foi formalizada ontem no Diário Oficial.

Na sexta-feira, como antecipou o Diário, a Justiça de Mauá concedeu liminar ao Ministério Público proibindo o município de romper com a FUABC (Fundação do ABC) e assinar acordo precário com a AMG. O magistrado acatou questionamentos feitos pelo MP de que atualmente a entidade regional já atua de forma emergencial. A decisão assegurou a permanência da FUABC na cidade e determinou que a contratação de nova OS seja feita por meio de licitação – deu prazo de seis meses para que esse processo ocorra.

Apesar da liminar, no sábado, o governo da emedebista publicou ratificação à dispensa de licitação para contratação da AMG. Ao Diário, o Paço mauaense alegou que não havia sido notificado até então da decisão judicial. Porém, não antecipou se recorreria ou não.

NA CÂMARA

A assinatura de contrato emergencial com a AMG gerou críticas na Câmara tanto da oposição quanto da base aliada ao governo Alaíde. Os vereadores Chiquinho do Zaíra (Avante) e Marcelo Oliveira (PT) questionaram a medida. “O Executivo não pode agir assim. Eu mesmo decidi que não aceitarei mais esse tipo de coisa, o povo nos cobra diariamente nas ruas”, discursou Chiquinho.

Na sessão de ontem, a casa aprovou, enfim, a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) 2020 em primeiro turno. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alaíde Damo revoga contrato com AMG, como determinou juiz

Junior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

14/08/2019 | 07:31


A prefeita de Mauá, Alaíde Damo (MDB), decidiu revogar contrato emergencial que havia assinado com a OS (Organização Social) AMG (Associação Metropolitana de Gestão) para a gerência da saúde na cidade. A desistência foi formalizada ontem no Diário Oficial.

Na sexta-feira, como antecipou o Diário, a Justiça de Mauá concedeu liminar ao Ministério Público proibindo o município de romper com a FUABC (Fundação do ABC) e assinar acordo precário com a AMG. O magistrado acatou questionamentos feitos pelo MP de que atualmente a entidade regional já atua de forma emergencial. A decisão assegurou a permanência da FUABC na cidade e determinou que a contratação de nova OS seja feita por meio de licitação – deu prazo de seis meses para que esse processo ocorra.

Apesar da liminar, no sábado, o governo da emedebista publicou ratificação à dispensa de licitação para contratação da AMG. Ao Diário, o Paço mauaense alegou que não havia sido notificado até então da decisão judicial. Porém, não antecipou se recorreria ou não.

NA CÂMARA

A assinatura de contrato emergencial com a AMG gerou críticas na Câmara tanto da oposição quanto da base aliada ao governo Alaíde. Os vereadores Chiquinho do Zaíra (Avante) e Marcelo Oliveira (PT) questionaram a medida. “O Executivo não pode agir assim. Eu mesmo decidi que não aceitarei mais esse tipo de coisa, o povo nos cobra diariamente nas ruas”, discursou Chiquinho.

Na sessão de ontem, a casa aprovou, enfim, a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) 2020 em primeiro turno. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;