Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Alcolumbre não comenta polêmica entre Simone Tebet e Bolsonaro sobre Previdência



13/08/2019 | 16:13


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), evitou falar diretamente a respeito de comentários, feitos pela senadora Simone Tebet (MDB-MS), sobre a participação do presidente Jair Bolsonaro na tramitação da reforma da Previdência.

Em entrevista à TV, Simone, que é presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no Senado, afirmou que Bolsonaro pode ajudar a reforma da Previdência "ficando calado, não sendo adversário do próprio governo".

Após reunião na tarde desta terça com o ministro da Economia, Paulo Guedes, Alcolumbre evitou entrar na polêmica. "Meu nome é Davi, o nome da senadora é Simone. Cada um responde por suas palavras, vozes e votos. Estou cuidando do Senado e do Congresso", afirmou a jornalistas.

Alcolumbre disse ainda que, na reunião com Guedes, ele tratou da expectativa do Senado Federal em relação à reforma da Previdência, em tramitação na Casa. "Falei para ele um pouco da reunião que tivemos com a senadora Simone Tebet e o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Agora vamos socializar com os líderes, sobre este calendário que a gente está estipulando em relação ao prazo de tramitação desta emenda constitucional", acrescentou.

Questionado por jornalistas, Alcolumbre afirmou que não conversou com Guedes sobre a possibilidade de retorno da CPMF ou de um tributo semelhante, no âmbito da reforma tributária.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alcolumbre não comenta polêmica entre Simone Tebet e Bolsonaro sobre Previdência


13/08/2019 | 16:13


O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), evitou falar diretamente a respeito de comentários, feitos pela senadora Simone Tebet (MDB-MS), sobre a participação do presidente Jair Bolsonaro na tramitação da reforma da Previdência.

Em entrevista à TV, Simone, que é presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) no Senado, afirmou que Bolsonaro pode ajudar a reforma da Previdência "ficando calado, não sendo adversário do próprio governo".

Após reunião na tarde desta terça com o ministro da Economia, Paulo Guedes, Alcolumbre evitou entrar na polêmica. "Meu nome é Davi, o nome da senadora é Simone. Cada um responde por suas palavras, vozes e votos. Estou cuidando do Senado e do Congresso", afirmou a jornalistas.

Alcolumbre disse ainda que, na reunião com Guedes, ele tratou da expectativa do Senado Federal em relação à reforma da Previdência, em tramitação na Casa. "Falei para ele um pouco da reunião que tivemos com a senadora Simone Tebet e o senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Agora vamos socializar com os líderes, sobre este calendário que a gente está estipulando em relação ao prazo de tramitação desta emenda constitucional", acrescentou.

Questionado por jornalistas, Alcolumbre afirmou que não conversou com Guedes sobre a possibilidade de retorno da CPMF ou de um tributo semelhante, no âmbito da reforma tributária.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;