Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Andrucha Waddington irá dirigir série de TV que contará história do rompimento da barragem de Mariana



13/08/2019 | 16:10


A tragédia de Mariana vai virar série. Andrucha Waddington, conhecido por seus trabalho em Sob Pressão, Chacrinha - O Velo Guerreiro e Os Penetras, irá dirigir um trabalho ficcional sobre o rompimento das barragens em Minas Gerais, que ocorreu em novembro de 2015, e é considerado um dos maiores desastres ambientais do planeta.

A série será baseada na reportagem A Onda, da repórter Consuelo Dieguez, e que foi publicada na Revista Piauí no ano seguinte ao rompimento, segundo informações do jornal O Globo. As gravações estão previstas para começarem em 2021 e o trabalho é o primeiro de uma nova parceria de projetos audiovisuais que une a Conspiração Filmes e a revista que publicou originalmente a história. O dono da publicação, João Moreira Salles, é um grande documentarista brasileiro e será um dos produtores da nova série.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Andrucha Waddington irá dirigir série de TV que contará história do rompimento da barragem de Mariana


13/08/2019 | 16:10


A tragédia de Mariana vai virar série. Andrucha Waddington, conhecido por seus trabalho em Sob Pressão, Chacrinha - O Velo Guerreiro e Os Penetras, irá dirigir um trabalho ficcional sobre o rompimento das barragens em Minas Gerais, que ocorreu em novembro de 2015, e é considerado um dos maiores desastres ambientais do planeta.

A série será baseada na reportagem A Onda, da repórter Consuelo Dieguez, e que foi publicada na Revista Piauí no ano seguinte ao rompimento, segundo informações do jornal O Globo. As gravações estão previstas para começarem em 2021 e o trabalho é o primeiro de uma nova parceria de projetos audiovisuais que une a Conspiração Filmes e a revista que publicou originalmente a história. O dono da publicação, João Moreira Salles, é um grande documentarista brasileiro e será um dos produtores da nova série.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;