Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Fuvest abre inscrições para o vestibular 2020 nesta segunda

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


12/08/2019 | 09:03


A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) abre ao meio-dia desta segunda-feira, 12, as inscrições para o vestibular 2020, principal acesso à Universidade de São Paulo (USP). Os candidatos têm até as 12 horas do dia 20 de setembro para se inscrever no site da Fuvest.

A taxa de inscrição é de R$ 182.

A USP disponibilizará 11.147 vagas em 2020, das quais 8.317 para seleção via Fuvest e 2.830 vagas via Sistema de Seleção Unificada (Sisu), voltado aos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Das 8.317 vagas pela Fuvest, 5.424 serão pela modalidade de ampla concorrência; 1.857 para estudantes que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas; e 1.036 para candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas (PPI) que também tenham estudado em colégios públicos.

Como participar do vestibular Fuvest?

O candidato deve realizar a inscrição para o vestibular até o meio-dia de 20 de setembro pelo site da Fuvest. Os locais de prova da primeira fase serão divulgados no dia 14 de novembro.

As provas serão aplicadas em duas fases: a primeira em 24 de novembro; e a segunda, nos dias 5 e 6 de janeiro. Haverá ainda provas específicas para os cursos de Artes Visuais, Artes Cênicas, Música (São Paulo) e Música (Ribeirão Preto).

A lista de convocados para a segunda fase do vestibular será divulgada no dia 9 de dezembro. Já a lista de aprovados será publicada em 24 de janeiro.

A taxa de inscrição é de R$ 182. O boleto para o pagamento deve ser gerado até 20 de setembro e pago antes do término do expediente bancário no dia 24 de setembro. Não haverá devolução do valor.

Os candidatos poderão escolher entre 10 cidades da região metropolitana de São Paulo e 25 cidades do interior e do litoral do Estado para realizar a prova.

Segurança

A Fuvest utilizará o sistema de reconhecimento facial para identificação e controle de presença durante a aplicação das provas. Para o cadastro inicial da inscrição, é necessário anexar uma foto, cuja imagem deve ter fundo sem detalhes, destacando o rosto do candidato e sem acessórios.

Para coibir fraudes, a Fuvest poderá efetuar filmagem dos locais de aplicação de prova. As imagens serão preservadas na forma da lei.

Será utilizado detector de metais para ingresso nas salas de prova, com o objetivo de garantir a segurança dos candidatos e lisura do exame.

Não será permitido o uso de nenhum tipo de relógio individual ou de outro dispositivo de controle de tempo levados pelo candidato, bem como qualquer tipo de equipamento eletrônico (calculadora, telefone celular, computador, tablet, reprodutor de áudio, máquina fotográfica, filmadora, equipamento eletrônico do tipo vestível - como smartwatch, óculos eletrônicos, ponto eletrônico).

O candidato deverá utilizar o seu próprio número de CPF e o número do seu documento de identidade. A utilização do CPF na inscrição garantirá o acesso do candidato, e apenas dele, com senha de segurança, aos seus dados e a seu desempenho no vestibular.

Já o candidato estrangeiro que não possuir o CPF para se inscrever, deverá entrar em contato com a Fuvest via sistema de atendimento "fale conosco", para iniciar sua inscrição.

O que levar para realizar as provas

Além dos documentos, o candidato deve levar caneta esferográfica de tinta azul, pois as provas, tanto da primeira fase quanto da segunda etapa, devem ser feitas à tinta. É permitido o uso de lápis (ou lapiseira) para rascunho e de borracha, apontador e régua transparente. O candidato poderá levar, em todos os dias de prova, água e alimentos leves.

A lista de obras de leitura obrigatória

Poemas Escolhidos - Gregório de Matos

Quincas Borba - Machado de Assis;

O cortiço - Aluísio Azevedo;

A relíquia - Eça de Queirós;

Minha vida de menina - Helena Morley;

Angústia - Graciliano Ramos;

Claro enigma - Carlos Drummond de Andrade;

Sagarana - João Guimarães Rosa;

Mayombe - Pepetela.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fuvest abre inscrições para o vestibular 2020 nesta segunda


12/08/2019 | 09:03


A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) abre ao meio-dia desta segunda-feira, 12, as inscrições para o vestibular 2020, principal acesso à Universidade de São Paulo (USP). Os candidatos têm até as 12 horas do dia 20 de setembro para se inscrever no site da Fuvest.

A taxa de inscrição é de R$ 182.

A USP disponibilizará 11.147 vagas em 2020, das quais 8.317 para seleção via Fuvest e 2.830 vagas via Sistema de Seleção Unificada (Sisu), voltado aos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Das 8.317 vagas pela Fuvest, 5.424 serão pela modalidade de ampla concorrência; 1.857 para estudantes que, independentemente da renda, tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas; e 1.036 para candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas (PPI) que também tenham estudado em colégios públicos.

Como participar do vestibular Fuvest?

O candidato deve realizar a inscrição para o vestibular até o meio-dia de 20 de setembro pelo site da Fuvest. Os locais de prova da primeira fase serão divulgados no dia 14 de novembro.

As provas serão aplicadas em duas fases: a primeira em 24 de novembro; e a segunda, nos dias 5 e 6 de janeiro. Haverá ainda provas específicas para os cursos de Artes Visuais, Artes Cênicas, Música (São Paulo) e Música (Ribeirão Preto).

A lista de convocados para a segunda fase do vestibular será divulgada no dia 9 de dezembro. Já a lista de aprovados será publicada em 24 de janeiro.

A taxa de inscrição é de R$ 182. O boleto para o pagamento deve ser gerado até 20 de setembro e pago antes do término do expediente bancário no dia 24 de setembro. Não haverá devolução do valor.

Os candidatos poderão escolher entre 10 cidades da região metropolitana de São Paulo e 25 cidades do interior e do litoral do Estado para realizar a prova.

Segurança

A Fuvest utilizará o sistema de reconhecimento facial para identificação e controle de presença durante a aplicação das provas. Para o cadastro inicial da inscrição, é necessário anexar uma foto, cuja imagem deve ter fundo sem detalhes, destacando o rosto do candidato e sem acessórios.

Para coibir fraudes, a Fuvest poderá efetuar filmagem dos locais de aplicação de prova. As imagens serão preservadas na forma da lei.

Será utilizado detector de metais para ingresso nas salas de prova, com o objetivo de garantir a segurança dos candidatos e lisura do exame.

Não será permitido o uso de nenhum tipo de relógio individual ou de outro dispositivo de controle de tempo levados pelo candidato, bem como qualquer tipo de equipamento eletrônico (calculadora, telefone celular, computador, tablet, reprodutor de áudio, máquina fotográfica, filmadora, equipamento eletrônico do tipo vestível - como smartwatch, óculos eletrônicos, ponto eletrônico).

O candidato deverá utilizar o seu próprio número de CPF e o número do seu documento de identidade. A utilização do CPF na inscrição garantirá o acesso do candidato, e apenas dele, com senha de segurança, aos seus dados e a seu desempenho no vestibular.

Já o candidato estrangeiro que não possuir o CPF para se inscrever, deverá entrar em contato com a Fuvest via sistema de atendimento "fale conosco", para iniciar sua inscrição.

O que levar para realizar as provas

Além dos documentos, o candidato deve levar caneta esferográfica de tinta azul, pois as provas, tanto da primeira fase quanto da segunda etapa, devem ser feitas à tinta. É permitido o uso de lápis (ou lapiseira) para rascunho e de borracha, apontador e régua transparente. O candidato poderá levar, em todos os dias de prova, água e alimentos leves.

A lista de obras de leitura obrigatória

Poemas Escolhidos - Gregório de Matos

Quincas Borba - Machado de Assis;

O cortiço - Aluísio Azevedo;

A relíquia - Eça de Queirós;

Minha vida de menina - Helena Morley;

Angústia - Graciliano Ramos;

Claro enigma - Carlos Drummond de Andrade;

Sagarana - João Guimarães Rosa;

Mayombe - Pepetela.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;