Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Três cidades pleiteiam recurso para ampliar atendimento de UBSs

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Sto.André, S.Caetano e Diadema aguardam aval do governo federal para aderir ao programa Saúde na Hora; São Bernardo já foi credenciada


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

12/08/2019 | 07:00


Santo André, São Caetano e Diadema deram início às tratativas para aderir ao programa do governo federal Saúde na Hora, que aumenta o repasse para as equipes de saúde da família nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) que ampliarem o horário de atendimento para 60 horas ou 75 horas semanais em até 122%.

Lançada em abril, a iniciativa vigora apenas em São Bernardo na região. A cidade planeja ter 20 das 34 UBSs funcionando das 7h às 22h até dezembro. O incremento financeiro será de R$ 6,6 milhões ao ano. 

O funcionamento habitual de uma UBS é de 40 horas por semana. Com a medida, o Ministério da Saúde pretende desafogar o fluxo das UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e emergências de hospitais. Dados do governo federal indicam que, em maio deste ano, a região tinha 373 equipes de saúde da família habilitadas. 

Diretor de atenção à saúde de Santo André,Victor Chiavegato afirmou que a cidade está em tratativas com o Ministério da Saúde para adesão ao programa, inicialmente, em seis das 32 UBSs. 

A administração de São Caetano informou que pretende aderir ao Programa Saúde na Hora em seis unidades de saúde. Cinco delas já estão aptas (uma homologada e quatro aguardando aval do Ministério da Saúde) e outra segue em processo de ampliação da estratégia de saúde da família para poder aderir à medida. Não foram informados, entretanto, quais bairros serão beneficiados nem a previsão de início.

Diadema aguarda deferimento do Ministério da Saúde para adesão ao programa. A meta é passar cinco das 20 unidades de 40 para 60 horas semanais – das 7h às 19h. Também não foram detalhadas quais UBSs serão contempladas e prazos.

Mauá destacou que ainda avalia aderir à iniciativa e Ribeirão Pires informou que, no momento, não participará do programa. Rio Grande da Serra não respondeu aos questionamentos até o fechamento desta edição.

AVANÇO

Em São Bernardo, as três primeiras unidades contempladas serão no Alvarenga, Vila União e Vila São Pedro, a partir da primeira semana de setembro. Todos os serviços, como consulta, medicação, vacinação e atendimento bucal serão realizados no horário ampliado. A medida exigirá a contratação de 172 profissionais.

São Caetano mantém, com recursos próprios, o programa Saúde Hora Extra, que já conta com a UBS Ivanhoé Espósito (bairro Barcelona) atendendo das 7h às 21h e, aos sábados, das 8h às 12h. No total, quatro unidades do município funcionam em horário ampliado, no entanto, na do Barcelona, a partir das 17h os atendimentos são para demanda espontânea, sem horário marcado. Até o fim do ano, outros quatro equipamentos também deverão abrir aos sábados. 

Em Diadema, quatro UBSs funcionam além das 17h, sendo uma até as 18h e outras três até 19h, todas mantidas com recursos próprios.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Três cidades pleiteiam recurso para ampliar atendimento de UBSs

Sto.André, S.Caetano e Diadema aguardam aval do governo federal para aderir ao programa Saúde na Hora; São Bernardo já foi credenciada

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

12/08/2019 | 07:00


Santo André, São Caetano e Diadema deram início às tratativas para aderir ao programa do governo federal Saúde na Hora, que aumenta o repasse para as equipes de saúde da família nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) que ampliarem o horário de atendimento para 60 horas ou 75 horas semanais em até 122%.

Lançada em abril, a iniciativa vigora apenas em São Bernardo na região. A cidade planeja ter 20 das 34 UBSs funcionando das 7h às 22h até dezembro. O incremento financeiro será de R$ 6,6 milhões ao ano. 

O funcionamento habitual de uma UBS é de 40 horas por semana. Com a medida, o Ministério da Saúde pretende desafogar o fluxo das UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e emergências de hospitais. Dados do governo federal indicam que, em maio deste ano, a região tinha 373 equipes de saúde da família habilitadas. 

Diretor de atenção à saúde de Santo André,Victor Chiavegato afirmou que a cidade está em tratativas com o Ministério da Saúde para adesão ao programa, inicialmente, em seis das 32 UBSs. 

A administração de São Caetano informou que pretende aderir ao Programa Saúde na Hora em seis unidades de saúde. Cinco delas já estão aptas (uma homologada e quatro aguardando aval do Ministério da Saúde) e outra segue em processo de ampliação da estratégia de saúde da família para poder aderir à medida. Não foram informados, entretanto, quais bairros serão beneficiados nem a previsão de início.

Diadema aguarda deferimento do Ministério da Saúde para adesão ao programa. A meta é passar cinco das 20 unidades de 40 para 60 horas semanais – das 7h às 19h. Também não foram detalhadas quais UBSs serão contempladas e prazos.

Mauá destacou que ainda avalia aderir à iniciativa e Ribeirão Pires informou que, no momento, não participará do programa. Rio Grande da Serra não respondeu aos questionamentos até o fechamento desta edição.

AVANÇO

Em São Bernardo, as três primeiras unidades contempladas serão no Alvarenga, Vila União e Vila São Pedro, a partir da primeira semana de setembro. Todos os serviços, como consulta, medicação, vacinação e atendimento bucal serão realizados no horário ampliado. A medida exigirá a contratação de 172 profissionais.

São Caetano mantém, com recursos próprios, o programa Saúde Hora Extra, que já conta com a UBS Ivanhoé Espósito (bairro Barcelona) atendendo das 7h às 21h e, aos sábados, das 8h às 12h. No total, quatro unidades do município funcionam em horário ampliado, no entanto, na do Barcelona, a partir das 17h os atendimentos são para demanda espontânea, sem horário marcado. Até o fim do ano, outros quatro equipamentos também deverão abrir aos sábados. 

Em Diadema, quatro UBSs funcionam além das 17h, sendo uma até as 18h e outras três até 19h, todas mantidas com recursos próprios.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;