Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

'É a fusão da cultura urbana da favela de uma das maiores metrópoles do mundo'



05/08/2019 | 07:05


Entrevista, Konrad Dantas - diretor da série

O que você queria quando pensou na história de três jovens da periferia que sonhavam em comprar um tênis de R$ 1 mil?

Em 2013, o funk ostentação recebeu muitas críticas de que estava incentivando os jovens a fazer coisas erradas para aquisição de bens materiais. Pensei na história como uma forma de pegar essa energia contrária e revertê-la em algo positivo.

Em Sintonia, a música guia muitas cenas, não só o funk como a música evangélica.

É a fusão da cultura urbana da favela de uma das maiores metrópoles do mundo. O personagem Doni tem a força desse funk paulista enquanto música evangélica é mais tradicional, com versões reais da Harpa Cristã. Para cantar essas músicas na série, convidamos artistas evangélicos.

As gírias e o estilo de falar dos personagens é bem particular. Como foi montar esse elenco?

Não bastava ter um roteiro legal, as falas precisavam soar reais. Convidamos alguns parceiros para dar consultoria e nos ensaios os textos ia brotando. Desde gírias como "poucas ideias" até a "se o sangue dele pingar, o nosso vai jorrar." No fim, os parceiros ganharam papéis na série.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'É a fusão da cultura urbana da favela de uma das maiores metrópoles do mundo'


05/08/2019 | 07:05


Entrevista, Konrad Dantas - diretor da série

O que você queria quando pensou na história de três jovens da periferia que sonhavam em comprar um tênis de R$ 1 mil?

Em 2013, o funk ostentação recebeu muitas críticas de que estava incentivando os jovens a fazer coisas erradas para aquisição de bens materiais. Pensei na história como uma forma de pegar essa energia contrária e revertê-la em algo positivo.

Em Sintonia, a música guia muitas cenas, não só o funk como a música evangélica.

É a fusão da cultura urbana da favela de uma das maiores metrópoles do mundo. O personagem Doni tem a força desse funk paulista enquanto música evangélica é mais tradicional, com versões reais da Harpa Cristã. Para cantar essas músicas na série, convidamos artistas evangélicos.

As gírias e o estilo de falar dos personagens é bem particular. Como foi montar esse elenco?

Não bastava ter um roteiro legal, as falas precisavam soar reais. Convidamos alguns parceiros para dar consultoria e nos ensaios os textos ia brotando. Desde gírias como "poucas ideias" até a "se o sangue dele pingar, o nosso vai jorrar." No fim, os parceiros ganharam papéis na série.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;