Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Programa capacita mulheres em situação de vulnerabilidade

Pixabay Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Objetivo é formar 1.000 moradoras em áreas do empreendedorismo até o próximo ano


Do Dgabc.com.br

02/08/2019 | 07:00


O Consórcio Intermunicipal do Grande ABC realizou ontem o lançamento do programa Ela Pode ABC. A iniciativa irá oferecer formação gratuita em empreendedorismo para mulheres em vulnerabilidade social. A meta é capacitar 1.000 moradoras das sete cidades até o fim de 2020.

O projeto é realizado em parceria entre a entidade regional e o Instituto Rede Mulher Empreendedora, com apoio financeiro do Google. Em todo o País, a ação pretende beneficiar 135 mil mulheres, garantindo independência financeira e poder de decisão sobre seus negócios e vidas. 

A iniciativa tem como principal foco dar visão empreendedora às participantes, explicou o secretário-executivo do Consórcio ABC, Edgard Brandão. “Esse projeto busca dar oportunidade de trabalho para quem mais precisa. Muitas delas não têm noção de que podem ser donas do próprio negócio.”

As capacitações serão oferecidas gratuitamente, por meio de multiplicadoras voluntárias do Rede Mulher Empreendedora, para moradoras em situação de vulnerabilidade socioeconômica, de acordo com as demandas apresentadas em cada região.

Na região, o Consórcio oferece o local com estrutura para as aulas e aponta o público-alvo local, enquanto o instituto é responsável pela aplicação das aulas. O Google dá o aporte financeiro ao programa – US$ 1 milhão para todo o País.

As aulas irão abordar temas importantes para os desafios mais comuns na área do empreendedorismo e empregabilidade, como comunicação, liderança, negociação, finanças, networking, marca pessoal e ferramentas digitais. 

No Grande ABC, já foram realizadas, em julho, aulas com as abrigadas do Programa Casa Abrigo Regional. Estão previstas capacitações de mulheres trans (neste mês) e surdas (em setembro, mês do deficiente auditivo).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;