Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Pelosi e Schumer confirmam acordo com Executivo sobre orçamento e teto da dívida



22/07/2019 | 21:00


A presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e o líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer, confirmaram em nota nesta segunda-feira o acordo com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre o teto da dívida. Segundo eles, isso garantirá a segurança nacional e também investimentos em "prioridades da classe média que avançam na saúde, segurança financeira e no bem-estar do povo americano".

As lideranças democratas afirmaram que, com a solução, acaba a ameaça de que parte do orçamento fique paralisado. "Com este acordo, nós conseguimos evitar outra paralisação parcial do governo, o que é tão prejudicial, para atender às necessidades do povo americano e honrar o trabalho de nossos funcionários públicos", dizem eles.

Os democratas também estão satisfeitos em "assegurar financiamento robusto para prioridades neste acordo" e dizem que têm insistido com a paridade nos aumentos entre a defesa e gastos de fora desta área.

"Nós nunca vamos deixar a fé total e o crédito dos Estados Unidos sob ameaça e portanto estamos atingindo a suspensão do limite da dívida até 31 de julho de 2021", afirmam Pelosi e Schumer. Agora, a Câmara diz que agirá "de modo rápido" para elevar o teto orçamentário e o limite de endividamento na Casa, para que isso possa ir "à mesa do presidente o mais rápido possível".



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pelosi e Schumer confirmam acordo com Executivo sobre orçamento e teto da dívida


22/07/2019 | 21:00


A presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e o líder da minoria democrata no Senado, Chuck Schumer, confirmaram em nota nesta segunda-feira o acordo com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre o teto da dívida. Segundo eles, isso garantirá a segurança nacional e também investimentos em "prioridades da classe média que avançam na saúde, segurança financeira e no bem-estar do povo americano".

As lideranças democratas afirmaram que, com a solução, acaba a ameaça de que parte do orçamento fique paralisado. "Com este acordo, nós conseguimos evitar outra paralisação parcial do governo, o que é tão prejudicial, para atender às necessidades do povo americano e honrar o trabalho de nossos funcionários públicos", dizem eles.

Os democratas também estão satisfeitos em "assegurar financiamento robusto para prioridades neste acordo" e dizem que têm insistido com a paridade nos aumentos entre a defesa e gastos de fora desta área.

"Nós nunca vamos deixar a fé total e o crédito dos Estados Unidos sob ameaça e portanto estamos atingindo a suspensão do limite da dívida até 31 de julho de 2021", afirmam Pelosi e Schumer. Agora, a Câmara diz que agirá "de modo rápido" para elevar o teto orçamentário e o limite de endividamento na Casa, para que isso possa ir "à mesa do presidente o mais rápido possível".

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;