Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Alison/Álvaro e André/George avançam às semifinais no vôlei de praia em Portugal



20/07/2019 | 18:43


O Brasil garantiu a presença de duas duplas nas semifinais do naipe masculino da etapa de Espinho do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Neste sábado, em Portugal, Alison/Álvaro Filho e André/George conquistaram vitórias e avançaram à disputa por medalhas, sendo que neste domingo poderão fazer até uma possível decisão se triunfarem no primeiro confronto que cada parceria realizar no dia.

Líderes de seu grupo na fase anterior da competição, André e George escaparam de ter de jogar a repescagem da etapa portuguesa, que é de nível quatro estrelas na elite da modalidade. Assim, abriram o dia direto nas oitavas de final e derrotaram os australianos Guehrer e Schubert por 2 sets a 0, com parciais de 21/18 e 21/14. Horas depois, eles superaram os russos Semenov e Leshukov por 21/14 e 21/16 para irem às semifinais.

Já Alison e Álvaro Filho precisaram disputar três confrontos eliminatórios neste sábado para avançar à próxima fase. Vice-líderes de sua chave no estágio anterior do torneio, a dupla venceu inicialmente os norte-americanos Gibb e Crabb por 2 sets a 0, com duplo 21/15, na repescagem. Depois disso, nas oitavas de final, a parceria brasileira passou pelos alemães Thole e Wickler, atuais vice-campeões do mundo, com um triunfo por duplo 21/18. Por fim, despachou os italianos Nicolai e Lupo, vice-campeões olímpicos no Rio-2016, por 21/19 e 21/14, para se credenciar à luta por medalhas.

Integrante da dupla que acumula quatro vitórias em quatro jogos até aqui nesta etapa de Espinho, André festejou mais um dia de bom desempenho na competição. "Foi a primeira vez que enfrentamos Semenov e Leshukov, estão vindo de bons resultados, um time forte, mas conseguimos aplicar a estratégia que nossa comissão técnica pediu. Sacamos muito bem, executamos o que foi combinado e colocamos nosso ritmo de jogo, abrindo uma larga vantagem, o que dificultou para eles. Nos adaptamos rápido ao vento forte daqui. A areia também está bem fofa, mas desde o começo nos sentimos bem", disse André, que também analisou a dupla adversária das semifinais, que serão os primos chilenos Marco e Esteban Grimalt, em jogo marcado para começar às 8 horas (de Brasília) deste domingo.

"Marco e Esteban estão em crescimento, vivem a melhor temporada desde o ano em que começaram a disputar o Circuito Mundial. Mas também estamos fortes e preparados, será também um duelo inédito, vamos estudar bastante com nossa comissão técnica, mas fazendo o que temos feito. Pensando no jogo o tempo inteiro, focado, brigando por cada ponto. Queremos muito essa primeira final para nossa dupla", completou.

Já Alison e Álvaro Filho terão pela frente na outra semifinal os letões Plavins e Tocs, às 7h (de Brasília) deste domingo, também em um confronto inédito no Circuito Mundial.

Já as duplas brasileiras formadas por Evandro/Bruno Schmidt e Guto/Saymon acabaram sendo eliminadas neste sábado. A primeira destas parcerias superou justamente Guto e Saymon nas oitavas de final com um triunfo por 2 sets a 0, com 22/20 e 21/19, mas depois foi derrotada pelos letões Plavins e Tocs por 21/16 e 21/13 nas quartas.

A competição em Espinho garante uma premiação de cerca de R$ 75 mil para os campeões dos naipes masculino e feminino, sendo que, ao todo, distribui aproximadamente R$ 1,1 milhão, além de oferecer 800 pontos aos campeões no ranking internacional.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alison/Álvaro e André/George avançam às semifinais no vôlei de praia em Portugal


20/07/2019 | 18:43


O Brasil garantiu a presença de duas duplas nas semifinais do naipe masculino da etapa de Espinho do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Neste sábado, em Portugal, Alison/Álvaro Filho e André/George conquistaram vitórias e avançaram à disputa por medalhas, sendo que neste domingo poderão fazer até uma possível decisão se triunfarem no primeiro confronto que cada parceria realizar no dia.

Líderes de seu grupo na fase anterior da competição, André e George escaparam de ter de jogar a repescagem da etapa portuguesa, que é de nível quatro estrelas na elite da modalidade. Assim, abriram o dia direto nas oitavas de final e derrotaram os australianos Guehrer e Schubert por 2 sets a 0, com parciais de 21/18 e 21/14. Horas depois, eles superaram os russos Semenov e Leshukov por 21/14 e 21/16 para irem às semifinais.

Já Alison e Álvaro Filho precisaram disputar três confrontos eliminatórios neste sábado para avançar à próxima fase. Vice-líderes de sua chave no estágio anterior do torneio, a dupla venceu inicialmente os norte-americanos Gibb e Crabb por 2 sets a 0, com duplo 21/15, na repescagem. Depois disso, nas oitavas de final, a parceria brasileira passou pelos alemães Thole e Wickler, atuais vice-campeões do mundo, com um triunfo por duplo 21/18. Por fim, despachou os italianos Nicolai e Lupo, vice-campeões olímpicos no Rio-2016, por 21/19 e 21/14, para se credenciar à luta por medalhas.

Integrante da dupla que acumula quatro vitórias em quatro jogos até aqui nesta etapa de Espinho, André festejou mais um dia de bom desempenho na competição. "Foi a primeira vez que enfrentamos Semenov e Leshukov, estão vindo de bons resultados, um time forte, mas conseguimos aplicar a estratégia que nossa comissão técnica pediu. Sacamos muito bem, executamos o que foi combinado e colocamos nosso ritmo de jogo, abrindo uma larga vantagem, o que dificultou para eles. Nos adaptamos rápido ao vento forte daqui. A areia também está bem fofa, mas desde o começo nos sentimos bem", disse André, que também analisou a dupla adversária das semifinais, que serão os primos chilenos Marco e Esteban Grimalt, em jogo marcado para começar às 8 horas (de Brasília) deste domingo.

"Marco e Esteban estão em crescimento, vivem a melhor temporada desde o ano em que começaram a disputar o Circuito Mundial. Mas também estamos fortes e preparados, será também um duelo inédito, vamos estudar bastante com nossa comissão técnica, mas fazendo o que temos feito. Pensando no jogo o tempo inteiro, focado, brigando por cada ponto. Queremos muito essa primeira final para nossa dupla", completou.

Já Alison e Álvaro Filho terão pela frente na outra semifinal os letões Plavins e Tocs, às 7h (de Brasília) deste domingo, também em um confronto inédito no Circuito Mundial.

Já as duplas brasileiras formadas por Evandro/Bruno Schmidt e Guto/Saymon acabaram sendo eliminadas neste sábado. A primeira destas parcerias superou justamente Guto e Saymon nas oitavas de final com um triunfo por 2 sets a 0, com 22/20 e 21/19, mas depois foi derrotada pelos letões Plavins e Tocs por 21/16 e 21/13 nas quartas.

A competição em Espinho garante uma premiação de cerca de R$ 75 mil para os campeões dos naipes masculino e feminino, sendo que, ao todo, distribui aproximadamente R$ 1,1 milhão, além de oferecer 800 pontos aos campeões no ranking internacional.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;