Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Ana Maria Braga revela que fugiu de casa por causa do pai

Reprodução/Instagram Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


19/07/2019 | 09:11


Ana Maria Braga participou do programa Lady Night, da Tatá Werneck, nesta quinta-feira, dia 18, e relembrou sua infância. A apresentadora contou que sua relação com o pai sempre foi difícil, já que ele era muito rígido.

- Com nove anos, ele não gostava muito de criança, barulho, aí ele me botou no internato e eu fiquei por quatro anos, dos nove aos 13 [anos de idade], rezando. Aí eu tive que compensar tudo isso depois, brincou.

Ela também revelou que os problemas com o pai começaram a aumentar conforme ela foi crescendo, já que ele não queria que Ana trabalhasse.

- Ele não queria que eu fizesse faculdade, porque ele achava que lugar de mulher é em casa. Ele queria que eu desse aula no primário, porque eu já era formada como professora. Então chegou ali e acabou, pra quê estudar mais? Tinha que casar. A partir dali eu falei: Não quero mais isso pra mim. Eu fugi de casa por conta disso.

A apresentadora do Mais Você também contou que esses anos, após fugir de casa, não foram nem um pouco fáceis.

- Cheguei até a passar fome depois que deixei a família. Hoje em dia gosto da geladeira da minha casa sempre cheia. Só quem já não teve o que comer sabe o que é isso.

Ana Maria também falou sobre a relação que tem com suas fãs, e como as mulheres mudaram nos últimos anos.

- O Brasil mudou e as mulheres, graças a Deus, acordaram pra um monte de coisa. Antigamente você falar em trabalhar fora de casa era uma exceção, falar de direitos das mulheres era velado, tinham vergonha. O mundo tá em uma transformação fantástica e as pessoas que assistem televisão também.

E é claro que Ana Maria não deixaria de dar o clássico selinho em Tatá, né? Durante o Lady Night, Ana também falou sobre seu primeiro beijo e como era namorar na época em que era adolescente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ana Maria Braga revela que fugiu de casa por causa do pai


19/07/2019 | 09:11


Ana Maria Braga participou do programa Lady Night, da Tatá Werneck, nesta quinta-feira, dia 18, e relembrou sua infância. A apresentadora contou que sua relação com o pai sempre foi difícil, já que ele era muito rígido.

- Com nove anos, ele não gostava muito de criança, barulho, aí ele me botou no internato e eu fiquei por quatro anos, dos nove aos 13 [anos de idade], rezando. Aí eu tive que compensar tudo isso depois, brincou.

Ela também revelou que os problemas com o pai começaram a aumentar conforme ela foi crescendo, já que ele não queria que Ana trabalhasse.

- Ele não queria que eu fizesse faculdade, porque ele achava que lugar de mulher é em casa. Ele queria que eu desse aula no primário, porque eu já era formada como professora. Então chegou ali e acabou, pra quê estudar mais? Tinha que casar. A partir dali eu falei: Não quero mais isso pra mim. Eu fugi de casa por conta disso.

A apresentadora do Mais Você também contou que esses anos, após fugir de casa, não foram nem um pouco fáceis.

- Cheguei até a passar fome depois que deixei a família. Hoje em dia gosto da geladeira da minha casa sempre cheia. Só quem já não teve o que comer sabe o que é isso.

Ana Maria também falou sobre a relação que tem com suas fãs, e como as mulheres mudaram nos últimos anos.

- O Brasil mudou e as mulheres, graças a Deus, acordaram pra um monte de coisa. Antigamente você falar em trabalhar fora de casa era uma exceção, falar de direitos das mulheres era velado, tinham vergonha. O mundo tá em uma transformação fantástica e as pessoas que assistem televisão também.

E é claro que Ana Maria não deixaria de dar o clássico selinho em Tatá, né? Durante o Lady Night, Ana também falou sobre seu primeiro beijo e como era namorar na época em que era adolescente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;