Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Porta-voz: Bolsonaro busca 'alinhamento ideológico' em novo ministro do Supremo



15/07/2019 | 21:17


O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, afirmou nesta segunda-feira, 15, que o presidente Jair Bolsonaro "buscará um alinhamento ideológico" ao escolher nomes para as duas vagas que serão abertas no Supremo Tribunal Federal (STF) durante o seu mandato.

Em conversa com jornalistas, Rêgo Barros disse que o presidente "buscará aspectos legais" quando tiver que fazer as indicações, mas também quer pessoas com os mesmos "valores de família e contra a corrupção". Ele foi questionado sobre a declaração do presidente de que pretende indicar um ministro "terrivelmente evangélico" para o posto.

"Naturalmente, (Bolsonaro) também buscará um alinhamento ideológico, que seria natural de pessoas que têm como 'core' do seu dia a dia os valores de família, os valores contra a corrupção, que é disso que nosso país tanto precisa", declarou Rêgo Barros.

Em maio, o presidente disse que o ministro da Segurança, Sergio Moro, será indicado para a próxima vaga do STF. Nos últimos dias, ele se comprometeu a entregar uma das vagas para um evangélico.

Hoje, Bolsonaro voltou a dizer que o advogado-Geral da União, André Luiz de Almeida Mendonça, é um ministro "terrivelmente evangélico". Na semana passada, o presidente sinalizou que Mendonça está em uma lista de favoritos para assumir o posto.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Porta-voz: Bolsonaro busca 'alinhamento ideológico' em novo ministro do Supremo


15/07/2019 | 21:17


O porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, afirmou nesta segunda-feira, 15, que o presidente Jair Bolsonaro "buscará um alinhamento ideológico" ao escolher nomes para as duas vagas que serão abertas no Supremo Tribunal Federal (STF) durante o seu mandato.

Em conversa com jornalistas, Rêgo Barros disse que o presidente "buscará aspectos legais" quando tiver que fazer as indicações, mas também quer pessoas com os mesmos "valores de família e contra a corrupção". Ele foi questionado sobre a declaração do presidente de que pretende indicar um ministro "terrivelmente evangélico" para o posto.

"Naturalmente, (Bolsonaro) também buscará um alinhamento ideológico, que seria natural de pessoas que têm como 'core' do seu dia a dia os valores de família, os valores contra a corrupção, que é disso que nosso país tanto precisa", declarou Rêgo Barros.

Em maio, o presidente disse que o ministro da Segurança, Sergio Moro, será indicado para a próxima vaga do STF. Nos últimos dias, ele se comprometeu a entregar uma das vagas para um evangélico.

Hoje, Bolsonaro voltou a dizer que o advogado-Geral da União, André Luiz de Almeida Mendonça, é um ministro "terrivelmente evangélico". Na semana passada, o presidente sinalizou que Mendonça está em uma lista de favoritos para assumir o posto.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;